Filipinas recebe seus primeiros Sabrah Light Tank

Na semana passada, chegou às Filipinas o primeiro lote de carros de combate Sabrah Light Tank, adquiridos no inicio de 2021, para finalizarem seus testes de homologação, antes de serem entregues para a operação na Divisão Blindada “Pambato”.

A aquisição Sabrah Light faz parte do projeto “Horizon Two”, do Programa de Modernização de suas Forças Armadas. A empresa israelense Elbit Systems venceu a concorrência, avaliada em aproximadamente $ 172 milhões, para fornecer blindados sobre lagartas Ascod II e sobre rodas Pandur II 8X8, ambos da General Dynamics European Land Systems (GDELS).

As fotos, que começaram a circular pela internet há alguns dias, mostram as viaturas em Fort Ramon Magsaysay, uma das mais importantes bases militares do Exército Filipino, localizada na Província de Nueva Ecija, no centro do país, com a plataforma e torre separadas e sendo remontados com ajuda de técnicos da Elbit Systems.

O Sabrah Light Tank pertence à nova geração de carros de combate médios, conhecidos como MMBT (“Medium Main Battle Tank”). Com peso de batalha na ordem das 36 toneladas, está equipado com a torre Sabrah, para dois homens, armada com um canhão Elbit de 105 mm, de 52 calibres e carregamento automático (similar à empregada no Eitan 8X8, ofertado pela Ares Aeroespacial e Defesa para o projeto VBC Cav), podendo ser equipada com mísseis anticarro (“anti-tank guided missile” – ATGM). Possui sistema de comunicação digital E-LynX e sistema de gerenciamento de batalha Torch-X, ambos da Elbit.

Baseado no chassi do Ascod, uma família de blindados operados por diversos países da OTAN, possui proteção balística formada por chapas de aço laminado e materiais compósitos que  resistem a munições perfurantes de 14,5×114 mm (STANAG 4569 Level 4), podendo receber  placas de blindagem reativa explosiva (“explosive reactive armour” – ERA) e sistema de proteção ativa (“active protection system” – APS) Iron Fist.

O Sabrah Light Tank foi apresentado na Eurosatory 2022 (Foto: Paulo Bastos)

Seu powertrain é composto por um motor Scania V-8 810kW, acoplado a uma transmissão automática Renk, de 6 velocidades à frente e uma à ré, direção integrada, com uma suspensão Piedrafita, composta de barra de torção e amortecedor rotativo em sete rodas duplas, com pneus de borracha, em ambos os lados, uma roda dentada na frente, uma roda intermediária na traseira e três rolos de retorno da esteira, o que faz a viatura alcançar uma velocidade máxima de 72 km/h, com autonomia de 500 km. Pode superar gradientes frontais de até 60%, inclinação lateral de 40%, obstáculos verticais de até 1 m e atravessar vãos de 2,5 m.

O Sabrah Light é uma das viaturas cotadas pelo Exército Brasileiro para substituir as viaturas blindadas de combate – carro de combate (VBC-CC) Leopard 1A5, no projeto VBC-CC Futuro, do Programa Estratégico do Exército (Prg EE) FORÇAS BLINDADAS.

 

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Na tarde de hoje, 27 de maio, um comboio com três viaturas blindadas de transporte de pessoal (VBTP) 6X6 Guarani,...

No dia de hoje, 24 de maio, a Agência de Cooperação de Segurança de Defesa (Defense Security Cooperation Agency – DSCA)...

A capital turca, Istambul, foi palco de discussões sobre segurança e defesa nos dias 21, 22 e 23. A Feira...

De acordo com a portaria nº 443-COTER/C Ex, o Exército Brasileiro (EB), através do Comando de Operações Terrestres (COTER), constituiu...

Comentários

9 respostas

  1. Quando vejo estas “Gambiarras” de transporte de tropas adaptatos ou convertidos para MMBTs não posso deixar de comparar com o nosso MMBT Tamoyo que se tivesse sido desenvolvido e aperfeiçoado hoje facilmente superaria os concorrentes …

  2. Diferente do CV-90 a plataforma Ascod tem mais de uma opção de torre (italiana, israelense e belga) todas já integradas, isso é interessante para nós…praticamente um canivete suíço.

  3. Por favor, esqueçam o Osório. Já temos garantida a compra dos Centauro II, o que já é uma vitória para o nosso orçamento.

  4. Silhueta alta ,blindagem leve, muitos ângulos retos ,para sustituir um MBT aqui seria mais pelo preço….até o calibre já entra perdendo para o Centauro….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL