EUROSATORY – A participação do Brasil

6
1774

Entre os dias 13 e 17 de junho, ocorreu a EUROSATORY 2022, o maior evento mundial em oferta de produtos e serviços para as Forças Armadas e de Segurança, no Centro de Exposições Paris-Nord Villepinte, em Paris, França, e a participação brasileira foi bem expressiva.

Entre os cerca de 1.800 expositores na feira, estava o Pavilhão Brasil, uma iniciativa coordenada pela Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), que promoveu a nossa Base Industrial de Defesa e Segurança.

O espaço foi aberto pelo embaixador brasileiro na França, Luís Fernando Serra, que cortou a fita de inauguração, ao lado do secretário de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa do Brasil, Marcos Degaut, do presidente executivo da ABIMDE, general de divisão R/1 Aderico Visconte Pardi Mattioli, e seu diretor executivo, coronel R/1 Armando Lemos, e representantes de diversas empresas nacionais.

O Pavilhão Brasil foi aberto pelo aberto pelo embaixador brasileiro na França, Luís Fernando Serra (Foto: ABIMDE)

“O primeiro dia da Eurosatory 2022 foi bem movimentado em todos os estandes do Pavilhão Brasil. Além do contato com as expositoras brasileiras, muitos visitantes procuram a ABIMDE para conhecer as capacidades tecnológicas da nossa Base Industrial de Defesa e Segurança. Estamos fortalecendo a imagem do Brasil como fornecedor de produtos e soluções de alta tecnologia”, afirmou o general Mattioli.

O Pavilhão contou com a presença de 16 empresas nacionais (AEL Sistemas, Akaer, Atech, BCA, CBC, Condor, CSA, Embraer, Gespi, Kryptus, Mac Jee, M&K, Neger, RF COM Sistemas, Taurus e Vertical do Ponto), que apresentaram os equipamentos produzidos no país a dezenas de delegações estrangeiras.

As empresas Ares Aeroespacial e Defesa e Iveco Defence Vehicles Latin America (IDV LATAM) também estiveram presentes e apresentaram seus produtos, dentre eles o VBTP 6X6 Guarani, cujo projeto pertence ao EB, que foi a única viatura da América Latina no evento.

O Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE) Também marcou presença na feira através de seu diretor-presidente, Carlos Erane de Aguiar, do vice-presidente executivo, José Cláudio Manesco, e de algumas de suas empresas associadas.

Delegações oficiais

O Exército Brasileiro (EB) enviou um comitiva de militares, liderada pelo chefe do Estado-Maior do Exército (EME), general de Exército Valério Stumpf Trindade, acompanhado pelo chefe do Centro de Doutrina do Exército (CDoutEx), general de brigada Marcelo Pereira Lima de Carvalho, do gerente do Programa Estratégico GUARANI, coronel Marcelo Yoshida (recém promovido a general de brigada) e de representantes do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT), Escritório de Projetos do Exército (EPEx), Diretoria de Material (DMat) e Diretoria de Material de Aviação do Exército (DMAvEx).

 

A comitiva visitou as principais empresas do setor, buscando ver de perto o que existe de mais moderno no mercado de defesa com vistas aos seus atuais e futuros programas de modernização da Força.

A comitiva do EB no estande da IDV

 

Dentre as empresas visitadas estão as do Pavilhão Brasil e as internacionais, como o Consórcio Iveco – OTO Melara (CIO), Leonardo, Iveco Defence Vehicles (IDV), BAE Systems, Patria, John Cockerill, KNDS, KMW, Nexter Defense, Rheinmetall, Elbit Systems, NORINCO, Saab, Airbus, UVision e outras.

 

No estande da KNDS (KMW+NEXTER Defense Systems) a comitiva brasileira ficou profundamente impressionada com o moderno demonstrador do EMBT e com o obuseiro autopropulsado de 155 mm CAESAR.

 

“A Eurosatory é uma exposição de defesa impressionante. Ali temos o presente e o futuro. As tecnologias apresentadas e as percepções colhidas irão contribuir para realinhar os programas de modernização do Exército”, relatou o general Stumpf à Tecnologia & Defesa.

 

Um dos destaques foi à visita ao estande da BAE Systems, onde os militares brasileiros foram apresentados a moderna viatura blindada CV90 MkIV e o obuseiro autopropulsado de 155 mm ARCHER.

 

A segurança pública do Estado de São Paulo também se fez presente, com comitivas da Polícia Militar e Civil, que também visitaram diversas empresas para buscando o que há de melhor para suas Forças, tanto na área operacional quanto de inteligência, consideradas as mais modernas do país. Tem que se destacar o fato que estas foram as duas únicas delegações de segurança brasileiras a participar deste importante evento.

Polícia Militar do Estado de São Paulo visitou o estande da Condor Tecnologias não Letais, onde foram abordadas questões como desenvolvimento conjunto de tecnologias não letais, certificações, projetos futuros e melhores prática para o uso da força (Foto: Condor)

 

Fotos: Paulo Bastos (a não ser quando informada)

 

Copyright © 2022 todos os direitos reservados

Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida ou transmitida em qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônica ou mecanicamente, exceto nos termos permitidos pela lei, sem a autorização prévia e expressa do titular do direito de autor.

6 Comentários

  1. a blindagem adicional no VBTP 6×6 Guarani no estande da IDV é so para exemplificação da modularidade ou é um ponto sensível detectado e por isso reforçado?

    • O Guarani na feira só estava com parte da blindagem modular, e óbvio que era para demonstrar essa capacidade.
      Sua blindagem é compatível com todos os veículos de sua classe.

  2. Uma dúvida que me persegue de certa forma… Porque a avibras não vai/está em nenhuma ou quase nenhuma feira desse porte?

    • A Avibras costuma estar em TODAS as feiras deste porte, só que, no momento, está passado por um processo de recuperação judicial e quando se recupera voltará a participar.

  3. O obuseiro CEASAR não foi aquele que segundo um legislador francês denunciou no congresso a alguns dias, foram capturadas 2 baterias intactas pelos russos e que, segundo ele, estariam fazendo engenharia reversa ?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here