Bicentenário da Independência: a tecnologia a serviço da soberania nacional 

Por Milton João Espindola, CEO da Dígitro Tecnologia 

Um país não é apenas a sua terra. É a cultura, o povo, a língua, a história e os costumes que transformam um território em uma nação. Ao completar 200 anos de Independência, o Brasil encontra um momento para refletir sobre o passado e projetar o futuro. Diversas celebrações marcam a data, comemorada em 7 de setembro. 

Nos bancos escolares, todos aprendemos a história de Dom Pedro I empunhando a espada e bradando por “Independência ou Morte” às margens do Ipiranga. Para além da imagem eternizada na pintura do artista plástico Pedro Américo, o Brasil se depara hoje com questões de soberania que vão além dos limites geográficos. Em um mundo em que as fronteiras estão cada vez mais difusas por conta do alto fluxo de informações digitais, proteger a nação é uma tarefa mais complexa do que jamais foi. 

Para manter o país soberano, independente e seguro, é necessário investimento em tecnologia e empresas comprometidas com a defesa nacional. Na Dígitro, temos esse propósito certificado pelo Ministério da Defesa brasileiro, que nos credencia como uma Empresa Estratégica de Defesa (EED). Por isso, temos muito orgulho de colaborar com a Justiça e a Segurança do país.

Atualmente, provemos ferramentas de comunicação unificada e segura para a defesa Brasileira, diversas prefeituras em todo o país e inclusive para diversos órgãos da lei na América Latina. Nossas soluções podem ser usadas em segmentos como saúde, indústria e serviços financeiros, que precisam de total controle, rastreabilidade e aderência à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). 

As tecnologias desenvolvidas pela Dígitro viabilizam cidades mais inteligentes e seguras, melhoram a eficiência operacional e a segurança das comunicações em praticamente todos os segmentos da iniciativa privada e governo. Como EED, temos importância no cenário empresarial, com e geração de negócios, e também na capacidade de permitir que o país possa se defender com estratégia e inteligência de ameaças que vão além dos ataques visíveis aos olhos. A segurança de informação é algo fundamental para organizações privadas e públicas e está diretamente relacionada à soberania. 

Como falamos, a Independência hoje vai além das fronteiras. Ela está na capacidade de o país criar, desenvolver, implementar e proteger o seu capital intelectual, suas informações, sua tecnologia, suas estratégias, garantir uma comunicação segura e eficiente. Estamos certos de que nosso papel é contribuir com a inovação para que o Brasil se mantenha independente e prosperando. 

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Saab assinou um contrato com a Administração Sueca de Materiais de Defesa (FMV) e recebeu um pedido de quatro...

O Exército Brasileiro (EB), por meio da Chefia de Material do Comando Logístico (CMat/CoLog), publicou hoje, dia 23 de fevereiro,...

Santiago Rivas No dia de hoje, 22 de fevereiro, a Embraer realizou a apresentação de um EMB-314E Super Tucano na...

O primeiro Condor Day, evento exclusivo da empresa Condor dedicado ao conceito não letal, ocorreu na última terça-feira, dia 20...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Disponível

DISPONÍVEL