Realizado o primeiro tiro real do REMAX em Roraima

Nos dias 3 e 4 de maio, o 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (12º Esqd C Mec) da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) , realizou, de maneira pioneira no Estado de Roraima, o tiro de instrução básico e correção em zero do sistema de armas remotamente controlado (SARC) REMAX, da viatura blindada de transporte de pessoal média sobre rodas (VBTP-MSR) 6X6 Guarani.

Na oportunidade a Seção de Instrução de Blindados do Esquadrão realizou o tiro com metralhadoras .50 com as sete viaturas equipadas com o REMAX.

O REMAX é uma estação de armas remotamente controlada que foi desenvolvida a partir dos requisitos do Exército Brasileiro por meio de uma parceria da empresa ARES Aeroespacial e Defesa com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx). Suporta metralhadoras de calibre 7,62×51 mm ou 12,7×99 mm (.50’) e permite a pontaria em elevação e direção do armamento, a observação, o reconhecimento e a identificação de alvos durante o dia e a noite.

Destaca-se a realização do tiro em movimento, possibilitado pela estabilização automática do reparo. A utilização desse material de emprego militar representa importante incremento da presença militar na Amazônia e, em especial, na defesa da fronteira norte do território brasileiro no contexto do Programa Forças Blindadas.

Forças Blindadas

O Programa Estratégico do Exército Forças Blindadas tem por objetivos, dentre outros, obter viaturas blindadas sobre rodas e os sistemas de armas e comunicações, contribuindo para modernizar a Cavalaria Mecanizada (Cav Mec) e fomentar a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação no País.

O Programa inclui a aquisição, desenvolvimento ou modernização de sistemas e materiais de emprego militar atualizados, como viaturas blindadas de combate, de reconhecimento, de transporte de pessoal e especiais, dotadas de sistemas de armas, comando e controle e equipamentos especiais, entregando capacidades como ação de choque, poder de fogo, proteção blindada, consciência situacional e mobilidade, visando contribuir para a dissuasão extrarregional, para o desenvolvimento sustentável e a paz social e para implantar um novo e efetivo Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação no âmbito da Força.

Fonte: 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Comando Militar do Nordeste (CMNE), nesta quinta-feira, dia 16 de maio, enviou um Hospital de Campanha (H Cmp) para...

Empresa do Grupo Embraer participa de debate sobre soluções tecnológicas que estão moldando o futuro dos grandes centros urbanos As...

Hoje, dia 16 de maio, às 18:00hs, será lançado o livro “Segurança Escolar – Prevenção multidisciplinar escolar contra-ataques ativos”, de...

Um drone do Exército Brasileiro (EB) localizou, no fim da tarde dessa terça-feira, dia 14, moradores pedindo ajuda no topo...

Comentários

3 respostas

  1. Top d+ O Programa Guarani esta dando Orgulho.. Muito Bom..
    em Breve veremos ai Centauro II e as Viaturas 4X4 LMV-BR?

  2. Excelente!!! Bastos, por acaso a Remax suportaria um canhão de 20mm como o GamBo dos navios patrulha da MB ???

  3. Remax, sem dúvidas é um incremento e tanto nas viaturas do EB, entretanto, acho muito pouco o número de viaturas com a UT30 BR, deveriam adotar mais esse armamento nas viaturas, são importantíssimos, pelo maior poder de fogo e distância de engajamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL