KC-30 leva mais reforço para Roraima

Uma expressiva carga de materiais de emprego militar chegou no final da tarde desta segunda-feira, dia 15 de janeiro, à capital do Amazonas, destinada a fortalecer a capacidade operacional e logística da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), de Boa Vista (RR). O material, que partiu do Rio de Janeiro (RJ) a bordo de da aeronave KC-30 FAB 2901, pertencente ao Segundo Esquadrão do Segundo Grupo de Transporte (2º/2º GT), o “Esquadrão Corsário”, da Força Aérea Brasileira (FAB), foi desembarcado na Base Aérea de Manaus (AM) e irá contribuir para o fortalecimento da prontidão operacional do Comando Militar da Amazônia (CMA).

A chegada desses materiais, prevista no Plano Estratégico do Exército, soma-se a outras iniciativas do Exército, visando aumentar a presença de tropas na Amazônia Ocidental, região estratégica do País. A distribuição imediata para a 1ª Bda Inf Sl demonstra a prontidão das Forças Armadas em atuar de maneira rápida e eficiente no apoio logístico em ações estratégicas.

 

Fonte: Comando Militar da Amazôna

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Um valor em torno de U$ 400 milhões, resultante de acordo entre o grupo britânico e o Exército da Dinamarca...

As tripulações estão prontas para operar, a bordo do novo blindado, em todos os contextos operacionais. A Escola de Cavalaria...

O grupo italiano Leonardo vem registrando importantes marcas neste início de 2024. Dentre as conquistas e acordos de cooperação recentemente...

No dia de ontem, 27 de fevereiro, representantes da Diretoria de Fabricação (DF) do Exército Brasileiro visitaram a empresa Ares...

Comentários

12 respostas

  1. ESTÁ DE PARABÉNS, A REAÇÃO IMEDIATA DAS FOARBRAS(FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS), À IMBECILIDADE DO MADURO, A SERVIÇO DA RÚSSIA, AFIM DO DESVIO DE FOCO DA GUERRA DA UCRÁNIA.

  2. Vejo como necessidade essencial ter capacidade material e humana de defender nossa terra, hoje cobiçada e atacada por muitos, e pior, por agentes internos que facilitam estas ações. A necessidade de termos tal capacidade tanto no contingente ativo como na reserva é muito importante, para nao ser facilmente subjulgados por forcas exogenas mais preparadas e armadas.
    Para isto se faz necessario reforçar a força e o espirito jovem de civismo e sobretudo de responsabilidade.

  3. O fato de não ser público qual é o teor do MEM e q o CMA chamou o mesmo de ”carga vital de material militar para fortalecer o poder de combate” me deixa muito curioso, não vou mentir kkkk

      1. Para proteção de uma invasão de infantaria blindada, nossos misseis anticarro darão conta do recado, temos também misseis antiaéreos de curto alcance, para contrapor invasão for força helitransportada, mas o Brasil ainda peca na questão de misseis de médio alcance para defesa antaérea contra os Shukui 30 venezuelanos.
        Precisamos corrigir essa deficiência.

  4. Quando essas aeronaves devem ser convertidas em MRTT? Mais delas seria excelente para ficarem em Guarulhos.

  5. O Brasil tem os aviões KC390 da Embraer, e C130-Hercules ambos para transporte militar inclusive de viaturas pesadas. Não foram usados no deslocamento das viaturas que levaram 3 semanas, ou mais, até o seu destino em Roraima, transportadas em cima de carretas e balsas.

    1. O setor de logística das FFAAs deve saber muito bem quando e como utilizar os meios disponíveis, variáveis como custo e necessidade de tempo de resposta são avaliados diretamente nestes condições, portanto creio que se houve esta opção, certamente foi por estudo e expertise deste setor…

  6. que bom. que a Força Aeria brasileiro desenvolvimento para a forca. parabéns pela reportagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Disponível

DISPONÍVEL