AGR entrega morteiros e equipamentos de visão noturna

5
2044

Na manhã de hoje, 3 de dezembro, ocorreu no Arsenal de Guerra do Rio (AGR), organização militar subordinada à Diretoria de Fabricação (DF), a cerimônia militar para marcar a entrega oficial de mais um lote de materiais de emprego militar (MEM), composta por  18 unidades do morteiro médio antecarga 81 mm (Mrt Me Acg 81 mm) e 26 unidades de equipamentos de visão noturna (EVN).

Morteiro de 81 mm

A entrega em questão marca a culminância de meticulosos trabalhos realizados pelo AGR, a partir da sinergia de todas as Seções de sua Divisão Industrial (DI), reiterando-se que no caso específico da produção dos Mrt Me Acg 81 mm, que é entregue juntamente com sua caixa de ferramental e suprimentos, foi criado um Grupo de Trabalho para otimização de todos os processos produtivos utilizados até então. Em consequência, foram desenvolvidos processos industriais mais dinâmicos, adquiridos novos ferramentais e equipamentos, realizado massivo investimento em infraestrutura e capacitação de pessoal, além da criação de novos setores para montagem e produção dos morteiros. Com essas melhorias da linha de produção e dos processos inerentes do Mrt Me Acg 81 mm, foi possível realizar a entrega completa do programa interno de trabalho (PIT) 2020 (com data prevista para entrega em 2021) e antecipar parte do PIT 2021 (cuja previsão de entrega era 2022).

Equipamentos de visão noturna

Quanto aos 26 EVN manutenidos, são dos modelos Lunos, Loris MK6, ANPVS-7b e Munos. Trata-se de equipamentos que sofreram manutenção de 4º Escalão, tipo de reparação somente executada pelos Arsenais de Guerra, pois consiste na total manutenção do material, a partir da utilização de ferramental específico, instalações meticulosamente selecionadas para tal empreitada, como por exemplo, “sala escura para testes” e, pessoal altamente especializado e com enorme experiência nesse tipo de manutenção, a maioria deles com quase uma década na função.

Todos esses armamentos (morteiros e EVN) serão distribuídos aos mais variados Comandos Militares de Área, de onde chegarão às inúmeras  OM operacionais nos mais diversos rincões do Território Nacional. Por intermédio de ações como a referida entrega, o AGR, bicentenária organização militar fabril do EB, ratifica sua vocação em cumprir com celeridade, êxito e qualidade as missões que lhe são atribuídas, contribuindo, sempre, para o aumento da capacidade operativa e combativa da Força Terrestre.

Fonte: Seção de Comunicação Social do AGR

5 Comentários

    • Colombelli, de acordo com a DF, o AGR produziu pouco mais de duas centenas de Mrt 120, e ano que vem irá produzir mais.
      A escala de produção é pequena, mas mantém-se ativa.

      • Obrigado. Primeira vez que vejo alguem trazer esta informação. Pelo que lembro a produção do 120 era 20 por ano.

  1. A algum plano de modernização dos equipamentos e do chão de fabrica( interno obviamente nao ousem tocar na fachada histórica) do AGR ? para atender a manutenção dos futuros morteiros automáticos do Guaranis ?

    Ou ate quem sabre fabricarmos sob licença e absorvermos tecnologia.

  2. Certamente uma vez que escolhido o modelo e o pacote de suporte logistico e técnico isso sera visto. Dependendo pode nem ser feito no EB. O cardon por exemplo podera ser com a ARES e ai pode funcionar como a REMAX. Outros modelos, os produtores intenacionais ou ja tem entendimento com empresas nacionais ou podem vir a firmar tais instrumentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here