Resultados da Saab de janeiro a junho de 2018.

0
415

Declaração do Presidente e CEO Håkan Buskhe:

Execução eficiente de projetos em foco

A demanda por soluções de defesa e segurança de alta tecnologia continuou forte no primeiro semestre de 2018.

As preocupações em relação a segurança e a rápida evolução tecnológica levaram a um aumento no investimento em material de defesa de muitas regiões do mundo.

A Terra ainda pode ser redonda, mas com o GlobalEye de Saab, as Forças Aéreas que o utilizarem poderão vencer o desafio da curvatura terrestre, o que significa detectar qualquer coisa que esteja lá fora.

Durante o primeiro semestre de 2018, a Saab registrou importantes marcos em grandes projetos de desenvolvimento, incluindo o sucesso do primeiro voo da nova geração do sistema de alerta e controle aéreo antecipado GlobalEye e o lançamento do submarino da marinha sueca, HMS Gotland, após uma modernização e modificação de meia-vida.

O Saab Gripen E na SAM, São Bernardo do Campo (SP).

O programa Gripen E também está progredindo conforme o planejado. A execução de grandes projetos foi uma prioridade para a Saab no primeiro semestre, e vai continuar assim no futuro.

Reservas de pedidos e vendas

As reservas de pedidos de médio porte foram sólidas no primeiro semestre de 2018. No total, as encomendas somaram 12,7 bilhões de coroas suecas.

Uma grande encomenda foi recebida durante este período para o desenvolvimento e suporte operacional do Gripen, no valor de 1,4 bilhão de coroas suecas. As encomendas de grande porte recebidas no mesmo período de 2017 totalizaram 10,7 bilhões de coras suecas.

O interesse pelos produtos da Saab continua alto.

As vendas totalizaram 15,7 bilhões de coroas suecas, além de um crescimento orgânico de 1%. As áreas de negócio Aeronautics, Surveillance e Kockums registraram um forte crescimento impulsionado pelo aumento da atividade em grandes projetos.

Lucro operacional

O resultado operacional foi da ordem de 905 milhões de coroas suecas (886) e a margem operacional foi de 5,8% (5,8). A margem operacional melhorou durante o período em várias áreas de negócio e, conforme esperado, foi negativamente afetada dentro da área de negócios Dynamics por um nível de entrega menor do que no mesmo período de 2017.

O fluxo de caixa operacional foi de -2,75 bilhões de coroas suecas (-443), de acordo com o planejado. A principal razão para o fluxo de caixa negativo foi o alto nível de capital empregado nas operações do Gripen e a utilização de adiantamentos recebidos anteriormente e pagamentos em prestações (por metas).

Toda a estrutura do casco e do convés é feita de plástico reforçado com fibra de vidro (GRP), um método especial de construção em forma de sanduiche (camadas sobrepostas) desenvolvido através de uma estreita cooperação entre a Administração Sueca de Materiais de Defesa (FMV) e a Saab.

A líquido financeiro teve um impacto negativo no lucro líquido devido a mudanças no valor de mercado de derivativos relacionados a operações de hedge, principalmente em dólares americanos.

Desempenho

Nossos esforços para melhorar a eficiência continuaram no primeiro semestre de 2018, ao mesmo tempo em que uma análise está em andamento para identificar medidas para aumentar ainda mais a produtividade. O objetivo é lançá-las neste outono.

Declaração de previsão para 2018: (inalterada)

Estimamos que o crescimento das vendas em 2018 esteja alinhado com a meta financeira de longo prazo da Saab: crescimento anual de vendas de 5%. A margem operacional em 2018, excluindo itens não recorrentes relevantes, deverá melhorar em comparação com 2017, aproximando a Saab de sua meta financeira: uma margem operacional de 10% ao ano ao longo de um ciclo de negócios.

Canhão de carro de combate Leopard 1A5 BR calçado com simulador laser BT46 da Saab (Imagem: Saab via Publicis Consultants)

Destaques financeiros

Milhões de coras suecas Jan-Junho 2018 Jan-Junho  2017 1) Alteração em % 2º tri  2018 2º tri  2017 Ano completo 20171)
Novos pedidos 12,664 20,554 -38 6,529 10,853 30,841
Carteira de pedidos 104,473 112,769 -7 107,233
Receitas 15,719 15,358 2 7,953 7,772 31,666
Lucro bruto 3,537 3,469 2 1,799 1,686 7,543
Margem Bruta, % 22.5 22.6 22.6 21.7 23.8
EBITDA 1,323 1,314 1 669 568 3,089
Margem EBITDA, % 8.4 8.6 8.4 7.3 9.8
Lucro oracional (EBIT) 905 886 2 458 347 2,250
Margem operacional, % 5.8 5.8 5.8 4.5 7.1
Lucro líquido 450 660 -32 199 264 1,508
de cada participação acionária da controladora 425 643 -34 183 253 1,477
Lucro diluído pora ção, SEK 2) 3.95 5.99 1.70 2.36 13.75
Retorno sobre o patrimônio líquido, %3) 9.7 11.2 10.9
Fluxo de caixa operacional -2,750 -443 -539 -1,429 1,388
Fluxo de caixa livre -3,192 -532 -781 -1,429 852
Fluxo de caixa livre diluído pós ação, SEK -29.66 -4.96 -7.25 -13.30 7.93

1)      2017 foi reapresentado de acordo com os novos princípios contábeis relativos ao reconhecimento de receita (IFRS 15).

2)      Número médio de ações após a diluição.

107,634,456 107,332,919 107,678,230 107,423,697 107,400,920

3)      O retorno sobre o patrimônio é medido ao longo de um período de 12 meses consecutivos.

Reunião com imprensa e analistas

A Saab convidou a imprensa e analistas para uma reunião, onde o CEO Håkan Buskhe e o diretor financeiro Magnus Örnberg apresentaram o relatório provisório Saab de janeiro a junho de 2018.

O RBS 70 NG é um sistema para baixa altitude telecomandado com dispositivo de pontaria aperfeiçoado. (Imagem: Saab)