Projeto KC-X2 : IAI esforça-se para finalizar contrato com a FAB

0
2927
(Imagem: IAI)
(Imagem: IAI)
(Imagem: IAI)

De acordo com fontes israelenses a Israel Aerospace Industries (IAI) está renovando negociações em torno do programa KC-X2 da Força Aérea Brasileira, projeto que envolve a compra de três aviões Boeing 767-300ER para conversão em reabastecedores aéreos e transporte estratégico.

Tentativas para finalizar os termos do negócio foram adiadas por força das eleições acontecidas no Brasil no final do ano passado.

Um contrato inicial foi assinado com a IAI em 2014, entretanto, detalhes do plano de conversão dos Boeing 767 não foram concluídos. Sabe-se que um dos aviões será modificado pela empresa em sua divisão de Bedek, enquanto os outros dois deverão ser convertidos no Brasil pela TAP Manutenção e Engenharia.

Uma vez em operação, os 767 convertidos restituirão a capacidade da FAB em prover reabastecimento aéreo de suas aeronaves através de jatos, já que seus Boeing KC-137, aeronaves pertencentes ao 2º/2º GT, foram desativados. Entre as modificações para os reabastecedores, figura a instalação de pods subalares de transferência de combustível, dispositivo conhecido como hose-and-drogue.

A IAI tem comprovada experiência nesse tipo de conversão, sendo que seu primeiro cliente foi a Colômbia, cuja Força Aérea mantém um 767-300 em plena operação.

Ivan Plavetz