Dilma Rousseff visita a SAAB

0
1665
Imagem 1 Dilma-Visita-SAAB
(Imagem: SAAB)

Como parte da visita oficial à Suécia, a presidente Dilma Rousseff, acompanhada de membros de sua comitiva, visitaram as instalações da SAAB localizadas em Linköping, planta industrial onde são produzidos os aviões de combate Gripen.

No início da visita, a presidenta assistiu a uma apresentação realizada pelo diretor-presidente da SAAB, Hakan Buskhe, que apresentou os produtos mais importantes fabricados pela companhia. Na ocasião, a mandatária brasileira chegou a ocupar por alguns instantes o cockpit de um mockup em tamanho real do Gripen NG.

Imagem 2 Dilma-Visita-SAAB
Hakan Buskhe, CEO da SAAB, faz apanhado geral das atividades da companhia. (Imagem: SAAB)

Conforme acordos assinados entre os governos dos dois países, a Força Aérea Brasileira (FAB) receberá 36 aviões de combate Gripen NG, a última e mais moderna  versão do caça. No escopo do contrato figuram tratativas de transferência de tecnologias com propósito de capacitar industrias e pessoal brasileiro com vistas a futuros projetos brasileiros onde elas podem ser aplicadas.

De acordo com a Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), mais de 350 técnicos e engenheiros da EMBRAER, Akaer, INBRA, Atech, AEL Sistemas, Samal e Mectron, assim como do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), farão o intercâmbio para a absorção de tecnologias. A finalidade é receberem treinamento e trabalhar na produção das primeiras unidades do Gripen NG, sendo que 15 delas serão produzidas no Brasil pela EMBRAER Defesa e Segurança na linha de produção de Gavião Peixoto (SP), incluindo oito unidades de dois assentos.

O Brasil escolheu o Gripen para reequipar a Força Aérea Brasileira (FAB) em dezembro de 2013 e em 2014 assinou o contrato comercial. No final de julho último o Ministério da Defesa e representantes suecos chegaram a um acordo com relação ao financiamento da aquisição cujo valor anunciado é da ordem de US$ 4,7 bilhões. A entrega da primeira aeronave esta prevista para acontecer em 2019, e a última em 2024.

Ivan Plavetz