Boeing T-X realiza o primeiro voo

0
697

A Boeing e sua parceira Saab completaram o primeiro voo do protótipo do avião de treinamento avançado T-X, desenhado especificamente para atender requerimentos da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF).

O voo inaugural, tripulado pelo piloto-chefe dos programas para a Força Aérea, Dan Draeger, e pelo piloto-lider do projeto T-X para a USAF, Steven Schmidt, foi realizado a partir das instalações da companhia em St Louis, estado do Missouri, e durou 55 minutos. De acordo com a Saab, o voo validou aspectos-chaves da aeronave e demonstrou a performance do design de baixo risco do protótipo.

Conforme Steven Schmidt, a aeronave atendeu a todas as expectativas. Segundo ele, está bem projetada e oferece características de manejo superiores. O cockpit é intuitivo, espaçoso e ajustável.

Dan Draeger informou que foi um voo suave e uma missão de teste bem-sucedida. Draeger  classificou como ótima a visão geral durante todo o vôo a partir do assento do instrutor, que é fundamental durante o treinamento. Os dois pilotos treinaram para o voo inaugural com emprego dos sistemas completos do Boeing T-X, que incluiu sistema de treinamento baseado no solo e simulação.

Impulsionado por um motor, configurado com dois estabilizadores verticais e dotado de um sistema de treinamento integrado ao avançado cockpit, as fabricantes consideram o T-X como o mais acessível e flexível dos modelos até então existentes.

No último mês de setembro, Boeing e Saab revelaram a construção de dois protótipos. O segundo está realizando testes de solo e espera-se que o primeiro voo ocorra no início de 2017.

O programa T-X da USAF visa substituir os veteranos Northrop T-38, modelo que entrou em serviço a mais de 55 anos. A fase inicial de operações (IOC conforme sigla em inglês) está prevista para 2024.

 

Ivan Plavetz