FT-17, a história sendo preservada

2
1800
o Renault FT.17, alem de ser o pioneiro dos blindados do EB, é um veículo muito raro e agregará muito ao acervo do Museu (Foto: MMCMS)

O Museu Militar do Comando Militar do Sul (MMCMS), localizado no centro de Porto Alegre (RS), recebeu na manhã de hoje, 10 de junho, um blindado Renault FT-17 para enriquecer ainda mais seu acervo.

De origem Francesa, o Renault FT Mod. 1917 foi um dos primeiros blindados de combate produzidos no mundo e, devido sua configuração, com motorista a frente, torre com giro de 360º no meio e motor atrás, é considerado o primeiro carro de combate moderno da história, criando um legado que é seguido até hoje.

O veículo foi transportado com todo o cuidado para sua nova “casa” (Fotos: MMCMS)

 

Leve, rápido e fácil de ser produzido, operado, mantido e reposto, foi o primeiro blindado do Exército Brasileiro (EB), que o operou 12 deles na Companhia de Carros de Assalto, criada em 1921 no Rio de Janeiro, então Distrito Federal, sob o Comando do capitão José Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, sendo esta a primeira força de combate blindada de toda a América Latina.

A viatura do MMCMS foi doada pelo Centro de Instrução de Blindados (CiBld), que possui outro em seu acervo, e em condições de rodagem, como parte das comemorações de um século de blindados no Brasil, foi restaurado e preparado  pelo Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar (Pq R Mnt/3), o “Pioneiro da Manutenção dos Blindados”, e o transporte para Porto Alegre contou com o apoio da equipe  do 8° Batalhão Logístico (8º B Log).

Sendo preparado em seu espaço (Foto: MMCMS)

O MMCMS ainda está em reforma, mas em breve reabrirá e apresentará um acervo repleto de novas atrações.

É o Exército Brasileiro investindo em Cultura e Conhecimento.

 

AÇO!

Com informações e imagens do Museu Militar do Comando Militar do Sul

2 Comentários

  1. No Dia da Artilharia, o MMCMS recebe este blindado icônico, um acréscimo imprescindível ao acervo,o blindado que marca a modernização da Cavalaria brasileira.

  2. Excelente texto ! É uma maravilha ver uma parte importante de nossa história blindada sendo preservada. É muito importante deixar esse legado para as futuras gerações e espero que um dia possamos ter um museu de blindados à altura dos mais importantes do mundo como Kubinka e Parque Patriótico na Rússia, Bovington na Inglaterra e Muchen na Alemanha. Pois assim como eles, temos blindados exclusivos do Brasil como a família Bernardini, os X1A2, X1A, XLF-40, O Lança-Pontes, Osório, MB-3 Tamoyo, dentre outros. Peças raras e únicas no mundo que muitos aficionados teriam vontade de conhecer, se o acervo estivesse todo junto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here