Câmara dos Deputados aprova doação de blindados M108 e Urutu ao Uruguai

7
2239
Em novembro de 2020, uma delegação do Exército Uruguaio esteve no 5º GAC AP para avaliar as condições dos M108 (Foto: EB)

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, dia 04 de agosto, o projeto que autoriza o governo brasileiro a doar ao Uruguai 21 viaturas blindadas que já não estão em uso pelo Exército brasileiro. A proposta (PL 3212/21), de autoria do Poder Executivo, segue para o Senado.

Serão doados dez viaturas blindadas de combate obuseiro autopropulsado (VBC OAP) M108 e 11 viaturas blindadas de transporte de pessoal – média sobre rodas (VBTP-MSR) 6X6 EE-11 Urutu.

Os deputados aprovaram o substitutivo do deputado Vinícius Carvalho (Republicanos-SP), que ampliou o número de blindados doados. Ele destacou que as viaturas M108 e Urutu já não estão em uso pelo Exército (NE: O Urutu ainda esta em operação, mas em processo de substituição pelas VBTP Guarani). “A administração pública não tem mais interesse em utilizar essas viaturas, podendo delas dispor sem prejuízo do cumprimento de seus deveres constitucionais”, disse.

Carvalho lembrou que a doação faz parte da política de cooperação internacional com países parceiros do Mercosul. “A proposição busca estreitar as relações com nossos parceiros do Mercosul, bem como demonstra que as transações não trarão prejuízos às nossas forças terrestres no cumprimento de seus deveres constitucionais”, disse.

Os veículos serão entregues em seu estado atual de conservação, e as despesas serão custeadas pelo Comando do Exército. O governo estima que vai gastar R$ 20 mil para levar os blindados até o 7º Regimento de Cavalaria Mecanizado (7º RC Mec), em Santana do Livramento (RS), local de entrega para o Exército Uruguaio.

A proposta teve o voto contrário do PSOL. A líder do partido, deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP), tentou sem sucesso incluir no texto emenda para proibir o governo uruguaio de usar as viaturas doadas em ações de repressão de manifestações sociais.

As VBTP 6X6 EE-11 Urutu estão em processo de substituição pelas viaturas Guarani (Foto: Helio Higuchi)

Texto: Carol Siqueira / Agência Câmara de Notícias

7 Comentários

  1. Movimentações sociais = Ações de desestabilização de governo por parte da esquerda.

    Enfim, o Paraguai deveria pagar o transporte, não podemos ser o irmão-grande bonzinho para sempre.

  2. Tb acho que eles deveriam arcar com toda a logística, não só de Santana do Livramento para as unidades dentro do Uruguai, mas… Interessante o voto contrário da nobre Deputada. Eu achando que ela era contra algum custo de nossa parte, mas não, ai ai, PSOL , sempre PSOL!!!

  3. Talvez a munição desses obuseiros seja negociado com nosso governo, pois já produzimos aqui no país para nosso uso.
    A doação pode criar uma demanda.
    Bom para todos os lados.
    Bom final de semana para todos!

  4. Estranho falar que a adm pública não tem interesse nas viaturas, deve ser por q eles preferem licitar a poupar o $$$ público, essas viaturas seriam muito bem recebidas nas polícias militares porém político eh f….onde tiver a oportunidade de abrir licitação ele vai abrir o resto todo mundo já sabe…..

    • M108 para a segurança pública? Diversos Urutus já foram repassados para as PMs também, mas para isso passam por um processo de modificações para adaptalus a função policial., Contudo nas PMs esses carros tem uma função muito especializadas não são veículos correntes… Então o EB tem veículos de sobra para doar aos vizinhos, são mais de 200 viaturas operacionais Urutus que sofreram revisão mecânica recente. Depois essa diplomacia militar com doação de equipamentos inservíveis das nossas FFAA costumam gerar frutos muitos positivos. Além disso acho melhor doar nossos velhos Urutus ao Uruguai do que eles comprarem veículos chineses mais moderno e capazes do que os nossos…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here