Visando setor de asas rotativas, Leonardo e Codemar criam Joint Venture em Maricá, no Rio de Janeiro

A Leonardo, multinacional aeroespacial e de segurança com sede na Itália, por meio de sua subsidiária Leonardo International, criada para apoiar as operações da companhia em
todo o mundo, e Codemar, Companhia de Desenvolvimento de Maricá, anunciaram a criação de uma Joint Venture denominada Leonardo&Codemar S.A, com 49% de participação da Codemar e 51 % da Leonardo, estabelecida de acordo com a legislação brasileira.

O objetivo da Joint Venture é tornar-se o carro-chefe no desenvolvimento e fornecimento de projetos de segurança e resiliência urbanas, além de novas infra-estruturas e serviços baseados em helicópteros que aumentarão a experiência da indústria brasileira.

Com a implementação de uma variedade de projetos inovadores e desafiadores, Maricá se tornará um “Laboratório vivo” para as aplicações tecnológicas mais empolgantes e promissoras que contribuem para a segurança e qualidade da vida dos cidadãos e para desenvolvimento sustentável na área.

A partir de hoje a Leonardo&Codemar estabelecerá equipes de projetos conjuntos que, graças ao amplo portifólio de produtos e capacidades tecnológicas avançadas de Leonardo e ao conhecimento da Codemar sobre requisitos locais, pretendem se tonar progressivamente o parceiro do município de Maricá e o destinatário natural da solicitação de projetos e serviços dentro seu perímetro de negócios. O Status de parceiro preferencial
no município de Maricá dará à Leonardo&Codemar acesso a projetos semelhantes á medida que surgem em toda a região da América Latina.

“Estamos entusiasmados com o novo desenvolvimento da presença da Leonardo no Brasil, mostrando como um diálogo aberto e justo entre organizações tão diferentes pode moldar oportunidades mútuas inexploradas e promissoras”, disse Alessandro Profumo, CEO da Leonardo. Ele acrescentou: “A nova joint venture se concentrará no fornecimento de sistema e serviços para segurança, resiliência e proteção de população e territórios e proverá como Espaço, as tecnologias cibernéticas e digitais, aeronáuticas e tripuladas podem contribuir para o desenvolvimento.”

A Leonardo e a Codemar estão reunindo recursos financeiros e tecnológicos com a intenção de aproveitar o melhor da experiência de know-how das duas empresas para fornecer produtos e serviços inovadores ao município de Maricá. Graças a sua localização estratégica, Maricá deve se tornar a principal base logística das operações de petróleo e gás em todo país, com um enorme potencial para negócios relacionados (ou seja, financeiro, alta tecnologia e serviços), exigindo as melhores e mais confiáveis infraestruturas de rede. Da mesma forma, será realizado um desenvolvimento turístico e residencial substancial, facilitado pela proximidade do Rio de Janeiro, respeitando o território espetacular e intacto da cidade.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

No dia de hoje, 24 de maio, a Agência de Cooperação de Segurança de Defesa (Defense Security Cooperation Agency – DSCA)...

A capital turca, Istambul, foi palco de discussões sobre segurança e defesa nos dias 21, 22 e 23. A Feira...

De acordo com a portaria nº 443-COTER/C Ex, o Exército Brasileiro (EB), através do Comando de Operações Terrestres (COTER), constituiu...

Após um breve período de calmaria, que parecia que a tragédia ambiental no Sul estava chegando ao seu final, uma...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL