Versão 2.0 do radar SABER M60 é entregue ao Exército

A Embraer entregou ao Exército Brasileiro as duas primeiras unidades dos radares SABER M60, em sua versão 2.0, que serão utilizados nas Unidades de Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro. Além desses dois radares, a Embraer anunciou em abril deste ano um novo contrato que contempla quatro radares adicionais do mesmo modelo.

A aquisição dos radares SABER M60 está prevista no Planejamento Estratégico do Exército Brasileiro 2020-2023 e amplia a capacidade operacional da Força Terrestre. Desenvolvido pela Embraer em conjunto com o Exército Brasileiro, o SABER M60 é um radar de artilharia antiaérea de baixa altura com 100% de conteúdo nacional e que já se encontra em operação com o Exército. Em 2019, houve a conclusão da fase de atualização tecnológica do radar, resultando na versão 2.0.

O SABER M60 é um radar de busca que integra um sistema de defesa antiaérea de baixa altura visando à proteção de pontos e áreas sensíveis como instalações governamentais e infraestruturas estratégicas. Com tecnologia 3D, possui alcance de 60 quilômetros e até 16.400 pés de altura, permitindo rastrear até 60 alvos simultaneamente, incluindo a detecção e classificação automática de alvos. Trata-se de um radar tático de grande flexibilidade operacional, fácil montagem e transporte, podendo ser desdobrado em até 15 minutos. Possui ainda tecnologia LPI (Low Probability Interception), o que permite alta capacidade de atuar na identificação de alvos sem ser facilmente identificado.

O SABER M60 pode ser integrado aos sistemas de armas baseados em mísseis ou canhões antiaéreos, além de possuir provisão para integração com outros sistemas de defesa aérea, tal como o Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA).

Fonte: Embraer

 

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Variante com uma nova torre é  apresentada na feira de Paris A BAE Systems está apresentando o CV90MkIV com uma...

Na quarta-feira (12), o mercado de defesa se agitou com a notícia divulgada pelo portal britânico Janes de que o...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Comentários

7 respostas

    1. Atualmente, do modelo legado, 22 unidades. Com mais essas 2 do modelo 2.0, somam-se 24. A FAB e MB também possuem esses radares.

  1. Muito bom!!!!

    Penso que para defesa da Capital tem que está localizado em uma distancia que de um raio de pelo menos 350km distribuído… 60km de alvo estratégico é suicídio

  2. Este radar integrado a uma versão antiaérea do Guarani 6×6 ou uma versão do M-113 BR para esta finalidade creio que seria bem interessante.

  3. Mas você tem que ter em mente que e um sistema defesa aérea de baixo alcance então e a última camada de um sistema de defesa antiaérea, Tem o Saber M200 Vigilante para detecção a medio alcance detectando alvos a 200km que pode ser integrado a canhões e mísseis.
    Vamos aguardar a última versão do M200 que e capaz de engajar alvos a 200km com uso de mísseis de medio alcance ai teremos duas camadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL