Torpedos Mk 54 para a Marinha do Brasil

4
2124

Por Aurelio GiansiracusaAres Osservatorio Difesa (*)

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD) concedeu à empresa Raytheon Missiles & Defense um contrato no valor de aproximadamente US $ 27,5 milhões para produzir kits de peças comuns para torpedos leves Mk 54 Mod. 0 e Mod. 1, bem como peças de reposição.

Em relação a este pedido,  67% irá para a Marinha dos Estados Unidos (US Navy) e os 33% restantes serão divididos entre as Marinhas do Brasil e Espanha, que os receberão por meio dos canais de vendas militares estrangeiros (FMS).

O MK 54 Lightweight Torpedo (LHT, ou torpedo híbrido leve, em português) tem um diâmetro de 324 mm, peso de 276 kg e comprimento de 2,72 metros. Sua ogiva contém 43,9 kg de explosivo plástico PBX N-103, com efeitos perfurantes para superar os cascos duplos dos barcos.

Possui um alcance operacional de aproximadamente 9 km e atinge uma velocidade máxima de mais de 40 nós. Seu sistema de orientação é o TG-6000 IMU, com um sistema de homing acústico ativo ou passivo, que permite medições 3D precisas de movimento e aceleração.

É destinado à guerra antissubmarina (ASW), sendo lançável por navios de superfície, aeronaves de asa fixa ou rotativa e também pelo míssil RUM-139 VL-ASROC. Pode ser utilizado em águas profundas ou rasas, mesmo na presença de contra-medidas, já que são equipados com sensores que usam algoritmos de processamento capazes de distinguir alvos falsos e atacar somente o alvo.

Entrou em produção em 2003 e a Raytheon está trabalhando na versão Mod.2, com atualizações no sistema de propulsão e na ogiva. A entrada em serviço desta versão na US Navy está prevista para 2026.

 

(*) Ares Osservatorio Difesa é uma Associação Cultural italiana, fundada em 12 de abril de 2019, em Roma, para a análise e estudo de questões nacionais e internacionais relacionadas as áreas de defesa e segurança, e parceira de Tecnologia & Defesa no intercâmbio de informações, para manter os leitores atualizados das notícias importantes que ocorrem entre os dois países.

4 Comentários

  1. Bom dia!
    Pergunta de leigo:
    9 km é um bom alcance se considerarmos as defesas das modernas embarcações e seus sensores?
    Para atingir um alvo capital um submarino teria que entrar e passar pelas escoltas para ficar no alcance de lançamento desse torpedo.
    Obrigado pela atenção!

  2. Os P-3 Br pode lançar esse torpedo?
    Se a venda será para a marinha, a Fab pode ter acesso a esse armamento no caso do Orion ser capacitado para lança-lo?
    Obrigado pela atenção!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here