Thales Alenia Space é selecionada pela Dynetics para participar de parceria no desafio “de volta à Lua”.

0
604
A bordo de um consórcio industrial que desenvolve o Sistema de Pouso Humano da NASA.

A Thales Alenia Space, uma joint-venture entre a Thales (67%) e a Leonardo (33%), foi selecionada pela Dynetics, uma subsidiária integral da Leidos, e atua como contratada principal para participar de uma parceria na fase de desenvolvimento do estudo da cabine pressurizada do Sistema de Pouso Humano da NASA (HLS, sigla em inglês).

O consórcio internacional liderado pela Dynetics é uma das equipes indicadas pela NASA para concorrer durante a fase inicial de projeto e desenvolvimento do Sistema de Pouso Humano até a Revisão Preliminar do Projeto (PDR, sigla em inglês).

O Sistema de Pouso Humano faz parte do programa Artemis da NASA, representando uma capacidade essencial de sua estratégia de retorno à Lua. O veículo de pouso com certificação para transporte de seres humanos permitirá que os astronautas cheguem à superfície lunar, morem e operem no solo por, no máximo, uma semana e, em seguida, subam de volta à órbita da Lua.

A Thales Alenia Space se encarregará em desenvolver o volume principal do módulo da tripulação, incluindo a estrutura primária, escotilha e a porta de Atividades Extraveiculares (EVA, sigla em inglês), assim como janelas e proteção térmica e à prova de micrometeoritos, juntamente com a produção principal das ferramentas básicas.

O projeto da estrutura da cabine pressurizada progredirá a uma velocidade muito mais rápida do que a dos outros componentes do sistema, apesar dos desafios técnicos que a equipe enfrenta. Esse componente desempenha um papel fundamental no desenvolvimento de todo o módulo de pouso, pois ele abrigará e protegerá os astronautas da atmosfera e asperezas da Lua.

O objetivo é chegar à fase da Revisão Crítica de Projeto (CDR, do inglês Critical Design Review) até o final do ano, quando a NASA escolherá a melhor solução técnica e autorizará o prosseguimento da fabricação imediata das duas primeiras unidades de voo que atenderão às missões de 2024 e 2026.

“Estamos muito honrados e orgulhosos de fazer parceria com a Dynetics nesse novo e empolgante marco para permitir que a humanidade se reconecte à nossa Lua. Espalhando o sonho de gerações para algumas outras gerações, esta missão está entre as mais desafiadoras já implementadas. Os requisitos e o cronograma da NASA exigem as mais altas capacidades e experiência industrial e a Thales Alenia Space tem o privilégio de participar dessa nova aventura. A Thales Alenia Space, incorporando as ambições da Agência Espacial Italiana (ASI) e das principais Agências Espaciais, foi pioneira na exploração espacial e colocará em prática mais de 40 anos de experiência no campo para sustentar e acompanhar com segurança a primeira mulher e outro homem a tocarem o solo lunar composto por uma camada porosa de poeira,” comentou Massimo Comparini, Diretor-Presidente (CEO) da Thales Alenia Space Italia e Vice-Presidente Executivo Sênior para Observação, Exploração e Navegação na Thales Alenia Space.

A Thales Alenia Space está alinhada com o acordo das agências espaciais dos EUA e da Itália assinado em 23 de outubro de 2019 pelo administrador da NASA Jim Bridenstine e por Giorgio Saccoccia, chefe da Agência Espacial Italiana (ASI), para reunir a intenção comum de ampliar a frutífera e duradoura colaboração entre as duas agências.

Rota para a Lua

A Thales Alenia Space continua ampliando ainda mais as fronteiras da exploração espacial. A empresa já está contratada pela Agência Espacial Europeia para as fases de estudo de dois elementos-chave para a última tentativa do homem de chegar à Lua, a Plataforma Orbital Lunar – Gateway.

O projeto inclui o I-HAB, um elemento pressurizado com funções de habitabilidade e suporte à vida, além de recursos de acoplamento para fornecer interfaces e recursos para os veículos visitantes, e o estudo para o ESPRIT, um módulo logístico usado para armazenamento de propulsores e sistema de reabastecimento para a propulsão do Gateway, bem como sistemas de comunicação com a Lua, pontos de interface para cargas externas e uma câmara de ar científica.

Vênus, Marte, Mercúrio, Saturno, o Sol, cometas, exoplanetas, o universo escuro… e amanhã, de volta à Lua! A Thales Alenia Space sempre foi um parceiro essencial em missões internacionais de exploração, combinando perfeitamente com o seu “Espaço para Aspiração da Vida”.

Ao mesmo tempo em que explorou e compreendeu melhor nosso Sistema Solar, a empresa também contribuiu amplamente para a Estação Espacial Internacional, fornecendo módulos pressurizados tanto para a própria estação quanto para as cargas de reabastecimento.

SOBRE A THALES ALENIA SPACE

Com mais de 40 anos de experiência e uma combinação única de habilidades, conhecimentos e culturas, a Thales Alenia Space oferece soluções econômicas para telecomunicações, navegação, observação da Terra, gerenciamento ambiental, exploração, ciência e infraestruturas orbitais.

Tanto governos como o setor privado contam com a Thales Alenia Space para projetar sistemas baseados em satélite que fornecem conexões e posicionamento a qualquer hora e em qualquer lugar, monitoram nosso planeta, aprimoram o gerenciamento de seus recursos e exploram nosso Sistema Solar e além.

A Thales Alenia Space vê o espaço como um novo horizonte, ajudando a construir uma vida melhor e mais sustentável na Terra. Uma joint venture entre a Thales (67%) e Leonardo (33%), a Thales Alenia Space também se une à Telespazio para formar a Aliança Espacial das empresas controladoras, que oferece uma variedade completa de serviços.

A Thales Alenia Space registrou um lucro consolidado de aproximadamente 2,15 bilhões de euros em 2019 e tem 7.700 empregados em nove países.

www.thalesaleniaspace.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here