Teste de propulsão do S40 Riachuelo é realizado com sucesso.

0
945

Em um novo marco do Programa Prosub, o primeiro submarino que dá nome a classe, o Riachuelo (S40), teve seu motor elétrico de propulsão testado no cais 12 do Estaleiro e Base Naval (EBN), simulando operações em alto mar.

Quando da conclusão dessa etapa em mãos da EBN, o submarino passará pelos testes previstos pela Marinha do Brasil, que irá operar em águas brasileiras, quando da sua entrega a Esquadra, um dos submarinos convencionais mais modernos do mundo.

As equipes técnicas da Itaguaí Construções Navais, ou ICN, seguem trabalhando em regime especial de operação, cumprindo rigorosos protocolos de segurança e preservação da saúde contra a Covid-19.

No vídeo, é possível ver imagens da Praça de Máquinas do Riachuelo, e constatar a qualidade do trabalho de construção e integração de sistemas de diferentes fornecedores realizado a bordo do S40.

O teste constitui-se em um sucesso, com todos os parâmetros de funcionamento esperados para essa etapa sendo atingidos com segurança e eficiência.

Essa fase, conhecida como HAT (Harbor Acceptance Test), será seguida pela fase SAT (Sea Acceptance Test), quando o submarino deverá cumprir ciclos completos operativos na superfície e em imersão, em mar aberto e com seus sistemas de sensores e equipamentos sendo checados e validados.

A fase final, que precederá a aceitação do S40 na Força de Submarinos da Esquadra, incluirá testes de disparo dos torpedos pesados inteligentes F21, em diversos perfis, incluindo tiro real com cabeça de guerra, mesmo esquema que será utilizado para validar os mísseis SM39 Exocet, disparados pelos tubos de torpedos com o submarino submerso e em profundidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here