Taurus produz e entrega protetores faciais para hospitais da Grande Porto Alegre (Operação COVID-19)

1
722
  • Taurus entrega protetores faciais para Hospital Centenário e Brigada Militar de São Leopoldo, além do Hospital Municipal Getúlio Vargas de Sapucaia do Sul

A partir desta quarta-feira (08), o Hospital Centenário e o 25º Batalhão da Brigada Militar de São Leopoldo, assim como o Hospital Municipal Getúlio Vargas de Sapucaia do Sul, passaram a contar com mais um equipamento de proteção contra o coronavírus (COVID-19): protetores faciais produzidos pela Taurus, Empresa Estratégica de Defesa e uma das principais fabricantes de armas leves do mundo, em parceria com militares do Exército Brasileiro e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Durante a entrega do primeiro lote dos novos equipamentos de proteção individual (EPI’s) aos representantes das instituições, o presidente da Taurus, Salesio Nuhs, destacou a importância da colaboração nesse momento difícil. “A união de diversos setores é fundamental para ajudar com a grande demanda por máscaras de proteção. Essa iniciativa é uma forma de contribuir com o fornecimento de equipamentos adequados e dar mais segurança aos profissionais e heróis da saúde e da segurança pública”.

Uma linha de produção foi montada nas instalações da Taurus especialmente para fabricar um lote inicial de 60 mil protetores faciais e militares do Exército Brasileiro de forma voluntária estão auxiliando no processo de montagem e embalagem.

A iniciativa somente foi possível devido à parceria da Taurus com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que possibilitou que a máscara Face Shield pudesse ser produzida em larga escala.

O equipamento de proteção foi criado, originalmente, a partir de impressoras 3D dos laboratórios da UFRGS, sendo viabilizado através de um trabalho voluntário conjunto de docentes, técnicos e alunos da Escola de Engenharia, Faculdade de Arquitetura, Pacto Alegre e também por alguns cidadãos comprometidos com a causa.

A ação deve ganhar escala ainda maior.

Após as entregas do lote inicial de protetores faciais no estado do Rio Grande do Sul, a empresa pretende ampliar a produção, por meio de parcerias com outras empresas e fornecedores das matérias primas, visando atingir o maior número possível de profissionais que necessitam do uso do equipamento.

1 Comentário

  1. Caiafa visualizei nao sei se tinha mais contei 34 aviões agora um atras do outro as 19:00 horas a rota possivel é sudeste sentido Brasília moro em Ituiutaba triangulo mineiro tem alguma operação acontecendo que ainda não sabemos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here