Suécia diz que construiu um “matador” de caças russos, o Saab Gripen E!

O comandante da Real Força Aérea da Suécia, Mats Helgesson, fez recentemente a afirmação ousada de que o caça Saab Gripen E do seu país poderia bater a formidável frota de jatos Sukhoi da Rússia, sem precisar ou empregar nenhuma das caras tecnologias stealth dos EUA.

“O Gripen, especialmente o modelo E, é projetado para matar Sukhois. Lá, temos um faixa preta na especialidade”, disse Helgesson durante uma apresentação na Finlândia, onde a Suécia está tentando exportar os jatos.

“O Gripen pode não carregar o maior número de armas, é desprovido de design stealth, não possui o maior alcance, não é o mais rápido ou mais barato, mas tem um foco singular que faz dele um pesadelo para os caças russos. Praticamente todos os jatos modernos conduzem algum grau de guerra eletrônica, mas, de acordo com Helgesson, o Gripen E está acima de todo o resto”.

Os pilotos do Gripen não gostam de mostrar suas cartas, demonstrando o poder total da interferência do jato nos treinos, mas de acordo com Helgesson, quando eles fazem isso, invertem completamente o curso da batalha simulada no treinamento.

Para derrotar os terríveis caças e mísseis terra-ar da Rússia, os EUA se voltaram em grande parte para aeronaves furtivas.

A tecnologia furtiva custa uma fortuna e interfere diretamente na forma (design) do avião.

“Se a Rússia de alguma forma quebrar o código de detecção de caças stealth, o F-35 dos EUA, o sistema de armas mais caro da história, será desmantelado nos ares”, diz o relatório.

A Saab adotou uma abordagem diferente e mais barata para combater caças e mísseis da Rússia, concentrando-se no combate eletrônico NCW, o que lhes dá uma vantagem sobre a furtividade, já que eles podem evoluir o software sem uma dispendiosa reconstrução da aeronave em solo.

Todo o conceito do Gripen E está focado em “operar em território sueco, aproveitar todos os tipos de terrenos irregulares sob a cobertura de mísseis terra-ar amigáveis e ​​contando com uma excelente suíte EW que, em teoria, deve mantê-lo (o Gripen E) seguro contra a maioria dos mísseis e ameaças aéreas dos russos”, afirmou Helgesson.

Adicionalmente, e importante ressaltar, o Gripen E pode disparar quase qualquer míssil feito nos Estados Unidos ou na Europa, caso do AMRAAM, Meteor, MICA, Asraam, Iris-T, AIM-9X, etc.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Para celebrar os feitos dos mais de 25 mil homens e mulheres brasileiros que lutaram na 2ª Guerra Mundial, o...

Desde 1º de janeiro de 2023, o dr. Artur José Dian ocupa o cargo de Delegado-Geral da Polícia Civil do...

Comentários

5 respostas

  1. Salve Caiafa … imaginando que chegamos ao combate corpo a corpo e jogando super trunfo…rsrs…com um peso menor, razão de subida maior, conhecido por manter a energias em curvas e vendo o qto o Gripen é manobravel tb… não sei se no mano a mano eles se equivalem?..Abs

  2. calma que não é nem assim! Os sistemas de defesa aérea russa são de longo alcance e os caças deles tem turbinas vetoriais. vantagem se tiver combate de longo alcance.

    1. Mais um que acha que TVC serve para qualquer coisa, de deixar fã boys da Rússia excitados a ser usado em (hã) combate aéreo BVR? Não sabe nem o que estás a escrever, ô gajo…….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL