Submarino Humaitá realiza primeiro teste de propulsão no mar

O principal objetivo é cumprir etapas que garantirão a navegação segura do submarino antes da entrega ao Setor Operativo da Marinha

Por Agência Marinha de Notícias

O Submarino Humaitá realizou, entre os dias 12 e 16 de dezembro, a primeira navegação na superfície com seu próprio sistema de propulsão, em área marítima localizada no litoral sul do Rio de Janeiro. Esse é um dos principais testes realizados antes das primeiras imersões dinâmicas, a caminho da entrega do submarino ao Setor Operativo da Marinha do Brasil.

“O objetivo principal desta saída ao mar foi a realização da primeira navegação independente e o cumprimento de um pacote de testes que garantirá a navegação segura do submarino na superfície para as próximas saídas e testes de mar previstos no processo construtivo do Submarino Humaitá até a sua entrega”, afirmou o capitão de fragata Martim Bezerra de Moraes Junior, comandante do Humaitá.

Durante a navegação na superfície do Humaitá, foram realizados diversos exercícios para testar a propulsão, a operação dos lemes em todas as modalidades, os sistemas de navegação, a carga de baterias, o sistema de comunicação e a autonomia na superfície, além da realização de treinamentos com a tripulação do submarino.

O submarino

O Humaitá (S-41) é o segundo de uma série de quatro submarinos convencionais de propulsão diesel-elétrica no âmbito do Programa de Submarinos (PROSUB).

Em agosto de 2022, o realizou a flutuação operacional, um marco de segurança que define o início da última fase do projeto de construção, certificando que os sistemas de segurança e operação do submarino estão prontos para as provas de aceitação de cais e de mar, em novembro, cumpriu o teste de imersão estática e obteve resultado satisfatório nas avaliações. Após a navegação na superfície com seu próprio sistema de propulsão, os próximos passos a serem executados serão a imersão dinâmica e a imersão em grande profundidade com o submarino em movimento.

De acordo com o cronograma do PROSUB, o Submarino Humaitá será entregue ao Setor Operativo da Marinha no 2º semestre de 2023, seguido do Tonelero (S-42) e do Angostura (S-43), os quais vêm avançando positivamente no calendário de entrega.

Os testes em ambiente operacional do Humaitá representam mais um passo importante no âmbito do PROSUB, que se consolida como um Programa Estratégico de substancial relevância para o Estado brasileiro. Além de ampliar a proteção do perímetro das águas da Amazônia Azul, esse empreendimento gera empregos que permite capacitar e qualificar mão de obra fortemente especializada, contribuindo para elevar o potencial estratégico de desenvolvimento científico e tecnológico do País.

Texto: capitães-tenentes (T) Gisele Costa e Bruno Oliveira / Agência Marinha de Noticias
Fotos: SG Cassio

 

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

De acordo com o Portal da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), o governador do Estado, Jerônimo Rodrigues, autorizou...

O Grupo EDGE e a Fincantieri assinaram hoje, dia 20 de maio, um acordo que formaliza o lançamento da MAESTRAL,...

No ultimo sábado, dia 18 de maio, às 16h29 local, um caça Lockheed Martin F-35C Lightning II da US Navy...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL