Sea Ceptor para as fragatas da classe Miecznik polonesas

A MBDA recebeu um contrato da Polônia para equipar as três novas fragatas da classe Miecznik da Marinha Polonesa com o sistema de defesa antiaérea naval Sea Ceptor.

O Sea Ceptor é um sistema de defesa aérea naval de última geração que protege as embarcações navais e os seus consortes das modernas ameaças aéreas e de superfície, tais como os mísseis antinavio supersônicos e as embarcações de superfície não tripuladas. O contrato se baseia em uma série de acordos estratégicos entre a MBDA e a Polônia em torno da família de mísseis de defesa aérea CAMM da MBDA.

A Polônia vai aproveitar a interoperabilidade do CAMM, projetado especificamente para os domínios terrestres e marítimos, utilizando seus estoques de mísseis CAMM já obtidos para equipar o Miecznik. O CAMM será instalado de maneira eficiente a bordo com uma solução de quadpacking no Mk41 VLS (Sistema de Lançamento Vertical – sigla em inglês), permitindo uma carga alta e aumentando a capacidade de sobrevivência da plataforma.

A MBDA está trabalhando com a PGZ (empresa de defesa polonesa) para criar uma capacidade soberana de mísseis na Polônia através do programa NAREW, apoiado por uma transferência sem precedentes de conhecimento e tecnologia da MBDA. A utilização da família CAMM nos programas PILICA+, NAREW e MIECZNIK vai proporcionar eficiências significativas para a Polônia, ao mesmo tempo impulsionando a indústria polonesa e gerando empregos altamente qualificados.

O contrato para o Miecznik demonstra ainda mais a relação estratégica entre a MBDA e a PGZ, que inclui também a colaboração conjunta em um futuro míssil CAMM de médio alcance, e a força da cooperação de defesa entre o Reino Unido e a Polônia.

A família CAMM para defesa antiaérea naval e terrestre está em operação (ou foi selecionado) por diversas nações, incluindo o Reino Unido, Itália, Canadá, Brasil, e, mais recentemente, a Suécia.

 

Fonte: MBDA

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Grupo EDGE, estatal de tecnologia os Emirados Árabes, anunciou que formalizou uma “joint venture” (JV) com a empresa espanhola...

O Exército Brasileiro (EB), por meio da Chefia de Material do Comando Logístico (CMat/CoLog), publicou hoje, dia 04 de março,...

Durante a HAI Heli Expo 2024, que aconteceu no final de fevereiro, nos Estados Unidos, a Safran Electronics & Defense...

Um valor em torno de U$ 400 milhões, resultante de acordo entre o grupo britânico e o Exército da Dinamarca...

Comentários

Uma resposta

  1. Bastos , obrigado pela materia .
    Veja no texto que interoperacionalidade entre Marinha e Força Terrestre apresentada aqui para as FFAA da Polonia , se aplica como uma luva para as necessidades do Brasil . Cito : A utilização da família CAMM nos programas PILICA+, NAREW e MIECZNIK vai proporcionar eficiências significativas para a Polônia, ao mesmo tempo impulsionando a indústria polonesa e gerando empregos altamente qualificados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Disponível

DISPONÍVEL