Sauditas compram mais mísseis Harpoon/SLAM-ER e investem US$ 770 milhões na Boeing

0
1015

O Fundo de Investimentos Soberano da Arábia Saudita (Saudi Arabia’s sovereign wealth fund) atuando na atual turbulência econômica global, realizou investimentos que totalizaram cerca de US $ 7,7 bilhões em ações compradas de algumas das empresas mais conhecidas do mundo.

O fundo de investimento público de US $ 300 bilhões comprou participações em líderes corporativos globais como Boeing, Facebook, Disney, Marriott e Starbucks.

Marriott International, Inc. logo (PRNewsFoto/Marriott International, Inc.)

Também investiu em dois grandes bancos dos Estados Unidos, o Citigroup e o Bank of America, e ainda adquiriu participações nos gigantes do petróleo BP, Total e Royal Dutch Shell.

Especialistas do mercado de ações disseram que a onda de compras reflete a confiança por parte dos investidores sauditas em que as empresas afetadas pelas conseqüências econômicas da pandemia do COVID-19 se recuperariam rapidamente e seus preços das ações aumentariam.

O clássico comprar na baixa para revender na alta.

As ações de grandes empresas norte-americanas perderam cerca de 30% de seu valor após o início dos bloqueios globais devido a Pandemia do COVID-19, mas desde então recuperaram cerca de metade dessa perda após uma intervenção fiscal em larga escala realizada pelas autoridades federais do Governo Trump.

Arábia Saudita encomenda 1.052 mísseis AGM-84

A Boeing recebeu US $ 3,1 bilhões em contratos combinados para os sistemas de armas Harpoon e Standoff Land Attack Missile Expanded Response (SLAM ER) para a Arábia Saudita.

Segundo a empresa, US $ 2,6 bilhões representam novos contratos, enquanto o restante já havia sido concedido anteriormente.

“Temos o prazer de continuar nosso longo legado de parceria com a Marinha para construir armas que defendem a América e seus parceiros internacionais”, disse Cindy Gruensfelder, vice-presidente da Boeing Weapons.

“Esses contratos com os sauditas não apenas estenderão a produção do programa Harpoon até 2026, mas também reiniciarão a linha de produção do SLAM ER e garantirão as entregas até 2028.”

Em outubro de 2019, a empresa iniciou a construção de uma nova fábrica de 35.000 pés quadrados para apoiar o aumento da produção dos programas Harpoon e SLAM ER. A construção está prevista para ser concluída em 2021.

AGM-84N Harpoon Block II+

Em 18 de novembro de 2015, a Marinha dos Estados Unidos testou o míssil AGM-84N Harpoon Block II + contra um alvo, um navio em movimento, obtendo sucesso.

O míssil incorpora um kit de orientação GPS aprimorado e um link de dados habilitado para rede que permite que recebe atualizações de direcionamento a bordo (over the horizon class). O bloco II + começou a entrar em serviço a partir de 2018.

O Boeing P-8A Poseidon, aeronave de patrulha marítima e guerra anti-submarina da US Navy (baseada no Boeing 737), pode levar até quatro desses mísseis, dois em cada asa.

Uma boa medida da importância que o míssil anti-navio Harpoon representa como negócio para a Boeing são os contratos de até US $ 656 milhões para fornecer 467 mísseis anti-navio Harpoon para o Japão, Índia, Coréia do Sul, Catar, Brasil e Holanda, fechados recentemente.

Para o Brasil foram vendidos quatro mísseis Bloco II e equipamentos de apoio, oito mísseis Bloco II e equipamentos de apoio ao governo da Tailândia, 53 mísseis Bloco II e equipamentos de apoio ao governo do Catar, 402 mísseis Bloco II e equipamentos de apoio para o governo da Arábia Saudita e equipamentos de apoio para os governos do Japão, Holanda, Índia e Coréia. Esses contratos deverão ser concluídos até dezembro de 2026.

AGM-84H/K SLAM-ER (Standoff Land Attack Missile-Expanded Response)

O AGM-84H / K SLAM-ER (resposta de alcance extendido para mísseis de ataque terrestre standoff) é um míssil de cruzeiro avançado, guiado com precisão.

O Harpoon é um míssil anti-navio para qualquer clima, além do horizonte e assim tem se mantido no mercado.

Já o SLAM-ER pode atacar alvos navais e/ou terrestres, a distâncias maiores que o Harpoon, alcançando até 300 km.

Guiado por um sofisticado sistema de sinais por GPS, possui orientação/visão infravermelha de alta capacidade. A flexibilidade operacional do míssil é tal que o sistema é capaz de distinguir e atingir alvos estacionários e/ou em movimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here