Satélite desenvolvido no ITA será lançado pela SPACEX

O satélite SPORT (“Scintilation Prediction Observations Research Task”), desenvolvido pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), pela NASA (do inglês, “National Aeronautics and Space Administration”), pelo Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (INPE) e por universidades americanas, aprovado pela Instituição Americana e pela Agência Espacial Brasileira (AEB), está programado para ser lançado hoje (21/11), por volta das 18h20 (horário de Brasília). O lançamento será feito pela SPACEX, fabricante estadunidense de sistemas aeroespaciais, transporte espacial e comunicações, no Kennedy Space Center, estado da Flórida (EUA). O planejamento das transmissões pode ser visualizado por aqui.

Desenvolvido pela Organização Militar da Força Aérea Brasileira (FAB), o satélite é um CubeSat 6U para pesquisas científicas na ionosfera. Isso quer dizer que são satélites miniaturizados (nanossatélites) formados por unidades de cubos com dez centímetros de lado, sendo cada unidade com o valor de 1U. Alguns destes nanossatélites, como o SPORT, estão na vanguarda do conhecimento, sendo capazes de realizar certas funções que grandes satélites realizam, porém a um custo bem mais baixo, o que os torna bastante atrativos para a aplicação em pesquisa espacial.

“O lançamento do SPORT coroa o trabalho de muitos alunos e pesquisadores do ITA e do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). Foram anos difíceis pelo número de obstáculos que tivemos que superar, não somente técnicos, mas também programáticos e até de saúde, pois tivemos uma pandemia no meio do caminho. O que tornou isso possível foi a resiliência e a competência dos alunos e pesquisadores do ITA, apoiados por nossos parceiros da NASA, do INPE, da Utah State, da Universidade do Texas em Dallas e da firma Aeroespace. Só com a participação de todos pudemos entregar o satélite pronto para o lançamento. Agora estamos vivendo a excitação e o nervosismo de esperar para ver os frutos deste trabalho conjunto”, disse o Gerente do Projeto, Professor Doutor Luís Eduardo Vergueiro Loures da Costa.

O diretor-geral do DCTA, tenente-brigadeiro do Ar Maurício Augusto Silveira de Medeiros, e o Reitor do ITA, Professor Doutor Anderson Ribeiro Correia, estiveram presentes no Laboratório de Integração do INPE para observarem a preparação para embarque do nanossatélite brasileiro, em julho deste ano. Acompanhados pelo Gerente do Projeto, Professor Doutor Luís Loures, foram recebidos pelo diretor do INPE, Clezio Marcos de Nardin e pelo coordenador-geral de engenharia, tecnologia e ciência espaciais, Geilson Loureiro.

Missão do Nanossatélite

O SPORT tem a missão de monitorar a ionosfera (camada superior da atmosfera), coletando dados para o estudo dos efeitos das tempestades solares, que ocasionam perturbações em atividades da sociedade atual, tais como a interrupção do sinal GPS, o black-out de comunicações, interrupção na transmissão de energia e muitos outros.

O tenente-brigadeiro Medeiros falou sobre o projeto. “O SPORT é resultado do trabalho integrado dos alunos do Centro Espacial ITA junto aos técnicos do INPE e a pesquisadores da NASA e de universidades norte-americanas em coordenação com o DCTA. Essa sinergia é fundamental para quem quer estar na fronteira do conhecimento. Como resultado ganha o Brasil, ganha o nosso Programa Espacial”, concluiu o oficial-general.

Fonte: ITA
Fotos: sargento Roberto 

 

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Grupo EDGE, estatal de tecnologia os Emirados Árabes, anunciou que formalizou uma “joint venture” (JV) com a empresa espanhola...

O Exército Brasileiro (EB), por meio da Chefia de Material do Comando Logístico (CMat/CoLog), publicou hoje, dia 04 de março,...

Durante a HAI Heli Expo 2024, que aconteceu no final de fevereiro, nos Estados Unidos, a Safran Electronics & Defense...

Um valor em torno de U$ 400 milhões, resultante de acordo entre o grupo britânico e o Exército da Dinamarca...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Disponível

DISPONÍVEL