República Tcheca anuncia escolha do C-390 Millennium

O Ministério da Defesa e as Forças Armadas da República Tcheca anunciaram hoje o início das negociações para a potencial aquisição do Embraer C-390 Millennium como sua aeronave de transporte militar. A decisão de iniciar as negociações para a possível compra foi baseada em uma avaliação e análise de mercado preparada pelo Ministério da Defesa da República Tcheca, que estabelece o C-390 como a solução mais adequada para atender aos requisitos do Exército do país.

A República Tcheca pretende adquirir duas aeronaves que ampliarão significativamente a sua capacidade de transporte aéreo, permitindo que o Exército da República Tcheca realize operações de assalto aéreo, reabastecimento aéreo, evacuação médica, ajuda humanitária e combate a incêndios. Além disso, o C-390 Millennium tem menos manutenção quando comparado a outras aeronaves, resultando em maior disponibilidade e custos menores ao longo do seu ciclo de operações.

“Estamos honrados pela seleção do Ministério da Defesa e das Forças Armadas para iniciar as negociações desta aquisição significativa. Estamos prontos para fornecer à República Tcheca a mais avançada aeronave de transporte tático disponível no mercado”, disse Bosco da Costa Junior, presidente e CEO da Embraer Defesa e Segurança. “O C-390 Millennium está atraindo a atenção de várias nações ao redor do mundo, devido à sua combinação imbatível de alta produtividade e flexibilidade operacional com baixos custos operacionais.”

As negociações iniciais já começaram e preveem a assinatura de um contrato de aquisição de duas aeronaves e suporte associado. O contrato também inclui uma solução completa de treinamento para pilotos e técnicos, equipada com peças de reposição e um plano robusto de entrada em operação com a presença local da equipe da Embraer no país no início do processo.

Após esse anúncio, a República Tcheca se torna a sexta nação e o quarto país da OTAN na Europa a escolher o C-390, seguido do Brasil, Portugal, Hungria, Holanda e Áustria. O C-390 está redefinindo o transporte aéreo militar e desafiando a mentalidade por trás das plataformas de geração atuais e futuras, com capacidade multimissão e interoperabilidade construídas por design.

Desde que iniciou a operação com a Força Aérea Brasileira em 2019, o C-390 comprovou sua capacidade, confiabilidade e desempenho. A frota atual de seis aeronaves apresentava uma disponibilidade operacional de cerca de 80%, com uma taxa de conclusão de missão acima de 99%, demonstrando uma produtividade excepcional na categoria.

A República Tcheca é uma parceira ativa no desenvolvimento e produção do C-390 Millennium, e o anúncio de hoje fortalecerá a cooperação da Embraer com as indústrias locais. A empresa tcheca Aero Vodochody já é uma parceira estratégica e fornecedora do programa, produzindo partes da fuselagem traseira, as portas para paraquedistas e tripulação, a porta de emergência e as escotilhas, a rampa de carga e o bordo de ataque fixo.

O C-390 pode transportar mais carga útil (26 toneladas) em comparação com outras aeronaves de transporte militar de médio porte e voar mais rápido (470 nós) e mais longo, sendo capaz de realizar uma ampla gama de missões, como transporte e lançamento de cargas e tropas, evacuação médica, busca e resgate, combate a incêndios e missões humanitárias, operando em pistas temporárias ou não pavimentadas, como terra compactada, solo e cascalho. A aeronave configurada com equipamento de reabastecimento ar-ar, com a designação KC-390, já comprovou sua capacidade de reabastecimento aéreo tanto como tanque quanto como receptor, nesse caso recebendo combustível de outro KC-390 por meio de pods instalados sob as asas.

Fonte: Embraer

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

De acordo com o Portal da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), o governador do Estado, Jerônimo Rodrigues, autorizou...

O Grupo EDGE e a Fincantieri assinaram hoje, dia 20 de maio, um acordo que formaliza o lançamento da MAESTRAL,...

No ultimo sábado, dia 18 de maio, às 16h29 local, um caça Lockheed Martin F-35C Lightning II da US Navy...

Comentários

3 respostas

  1. Parabéns a Embraer! Aos poucos o KC-390 vai se consolidando no mercado internacional principalmente nos países membros da OTAN e com certeza vai ser o escolhido pela Índia e Suécia em breve. Espero que tenha estudos para uma versão AEW&C do KC-390 seguindo o exemplo do C-295 que tem várias versões SAR, MP e AEW&C visando os operadores do C-295 reduzindo os custo de operação e ciclos usando a mesma plataforma.

    1. Boa tarde, Marcio.
      Acredito que uma versão AEW&C do Embraer 195-E2 seria mais econômica e de mais fácil manutenção em seu ciclo de vida. Além do mais para substituição dos P-95M Bandeirula também seria uma ótima opção, tanto para FAB quanto para MB, dependendo de mudanças na legislação. Claro, no caso da patrulha, acredito que drones serão a melhor opção em conjunto com um eventual P-195. O difícil mesmo é o $$$$. Mas é apenas minha opinião de leigo.

    2. Márcio, olá!
      Esqueça qualquer versão diferente do que o KC-390 foi desenvolvido, ele é uma aeronave de transporte, com capacidade de reabastecer outras aeronaves e ponto. Só ai já é uma aeronave cara. Para tais funções, inclusive, o próprio desenho aerodinâmico não ajuda. Tudo que se falou disso de C-390 com funções diferentes disso que citei, não passa de exercício de imaginação de algumas pessoas. A LM tentou algo para o C-130 e não emplacou, justamente, por essas questões. Já quanto ao C-295, é uma outra estória, mas que só emplacou mesmo na versão MP, nem a AEW&C conseguiu clientes. E olha que é uma aeronave bem mais em conta para adqurir e operar. Quem quer e pode comprar AEW&C, vai de jato, ou opta pelos E-2. E aeronaves MP de maior alcance, todos buscam soluções baseadas em aviões comerciais.
      Até mais!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL