REMAX 4 realiza testes de tiro no CAEx

2
3108

No período de 5 a 13 de abril, no Centro de Avaliações do Exército (CAEx), o “Campo de Provas da Marambaia/ 1948”,  foram realizados os testes de integração da viatura blindada multitarefa leve sobre rodas (VBMT-LR) 4X4 com o sistema de armas remotamente controlado (SARC) REMAX 4, da Ares Aeroespacial e Defesa.

A atividade, conduzida pelo Centro Tecnológico do Exército (CTEx) e pela empresa Ares, contou também com o apoio da Diretoria de Fabricação (DF) e da Empresa IVECO.

Militares e técnicos do CTEx, do CAEx e engenheiros e técnicos da ARES participaram das atividades, cujo objetivo foi realizar testes de integração da viatura IVECO LMV-BR 4 x 4 com o sistema de armas REMAX 4, a fim de viabilizar a continuidade do projeto REMAX, otimizado por novas interfaces mecânicas e elétricas na plataforma veicular.

Foram efetuados testes de rodagem em diversos tipos de terreno, a fim de verificar padrões e realizar a convergência na malha de estabilização do sistema de armas à viatura. Foram efetuados tiros com a viatura parada e em movimento com os calibres 7,62×51 mm e 12,7×99 mm (.50’) e a verificação do comportamento e controle do sistema, que mantém a linha de visada no alvo com emprego de traqueamento de imagem, quando alvo e viatura podem estar ou não, simultaneamente, em movimento.

No REMAX 4, a consciência situacional proporcionada pelo equipamento permite ao chefe da viatura, através da tecnologia embarcada, acesso às mesmas informações que o atirador, a respeito da viatura e do alvo, o que caracteriza constante melhoria na modernização e atualização do equipamento e prolonga o ciclo de vida dos sistemas e materiais de emprego militar (SMEM) do Programa g Estratégico do Exército (Prg EE) Guarani.

O programa fomenta a pesquisa, o desenvolvimento e a inovação, através do trabalho constante entre o Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do Exército (SCTIEx) e a Base Industrial de Defesa e Segurança (BIDS), pela entrega contínua de melhores versões da família de blindados sobre rodas e de sistemas tecnológicos de armas remotamente controladas e de comando e controle (C2).

Com informações e imagens do CAEx

2 Comentários

  1. Boa noite!
    Caro Bastos, eu tenho uma dúvida, de leigo, quando vejo essas lentes. As mesmas podem ser atingidas por disparos, então, como fica o funcionamento do restante do sistema? As lentes também são blindadas? Em caso de sujeira, seus sensores ficam prejudicados?
    Eu faço essa pergunta porque quando se fala em sensores, os mesmos geralmente são escondidos…
    Abs

  2. Boa questão.
    Porém existem objetos óticos redundantes.
    Mas quando uma diminuta lente for danificada , é provável que a viatura já esteja saturada de projéteis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here