Projeto Link-BR2 – FAB e AEL realizam demonstração operacional

2
6199

A Força Aérea Brasileira (FAB), por meio da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), e a empresa AEL Sistemas realizaram, nesta quarta-feira (16/03), uma demonstração operacional da campanha de ensaio em voo do sistema Link-BR2, projeto de desenvolvimento que vai ampliar a capacidade de comunicação das aeronaves. O evento ocorreu na Base Aérea de Canoas (BACO) com a presença do comandante da FAB, tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior, dentre outras autoridades civis e militares.

Assistiram também à demonstração o chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Marcelo Kanitz Damasceno; o diretor-geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, tenente-brigadeiro do ar João Tadeu Fiorentini; o comandante de Operações Aeroespaciais e Comandante de Preparo, tenente-brigadeiro do ar Sergio Roberto de Almeida; o comandante-geral de Apoio da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Pedro Luís Farcic; o comandante-geral do Pessoal, tenente-brigadeiro do ar Ricardo Reis Tavares; o diretor-geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, major-brigadeiro do ar Maurício Augusto Silveira de Medeiros, dentre outros oficiais-generais.

A demonstração ocorreu durante visita da comitiva à BACO que teve como objetivo tomar conhecimento do estado de prontidão operacional dos meios de Força Aérea alocados na Organização Militar, bem como das condições da sua infraestrutura de apoio.

Três aeronaves F-5M, pertencentes ao Primeiro Esquadrão do Décimo Quarto Grupo de Aviação (1º/14º GAV), o “Esquadrão Pampa”, participaram da demonstração operacional, sendo duas pilotadas por militares do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) e preparadas com equipamentos e antenas para a instalação do sistema. Enquanto as aeronaves voavam com o sistema Link-BR2 embarcado, a comitiva assistia, no auditório do Hangar do Esquadrão Pampa, a comunicação, em tempo real, entre os vetores aéreos e as estações de Comando e Controle da FAB.

Novo conceito operacional 

Segundo o presidente da COPAC, brigadeiro do ar Antonio Luiz Godoy Soares Mioni Rodrigues, o Projeto Link-BR2, com previsão de conclusão em 2023, possibilitará um grande salto operacional para a FAB. “A visita do Comandante da Aeronáutica hoje representa o início da terceira fase da Campanha de Ensaio em Voo do Projeto Link-BR2. Não há dúvidas de que a FAB em breve vai dispor de uma rede própria de enlace tático que vai permitir às aeronaves fazerem, em tempo real, comunicação segura de dados e de voz umas com as outras, inovando toda a concepção de emprego da Força Aérea”, pontuou.

O presidente da AEL Sistemas, Gal Lazar, explicou as principais características do novo sistema: “O Link-BR2 trará uma mudança no conceito operacional da FAB, é um grande multiplicador de força para as suas plataformas. É um sistema que utiliza o conceito de ‘internet das coisas’, uma revolução tecnológica que vai habilitar a Força Aérea a fazer conexões em rede. Todas as plataformas da FAB poderão receber informações, ampliando as suas capacidades”, informou.

Em resumo, o Projeto Link-BR2 possibilitará múltiplos incrementos, como ampliação da consciência situacional das aeronaves, permitindo uma maior sinergia na execução das missões; possibilidade de compartilhamento de dados em tempo real; interoperabilidade, com a ampliação da capacidade de integração, em tempo real, dos sistemas das três Forças Armadas; dentre outras funcionalidades.

Cerimônia militar

Nessa quarta-feira, aconteceu também o desfile da tropa formada por militares da Guarnição de Aeronáutica de Canoas (GUARNAE-CO) durante a cerimônia alusiva à visita do Comandante da FAB à BACO.

Durante o evento, o tenente-brigadeiro Baptista Junior discursou para o efetivo: “Compartilho com vocês o meu orgulho de ter assumido o Comando da Aeronáutica e de, juntamente com vocês, continuar esse processo de evolução contínua para termos uma Força Aérea cada vez mais capaz”, enfatizou.

Texto: tenente Flávia Rocha / CECOMSAER
Fotos: suboficial Alexandre Manfrim / CECOMSAER; e soldado Felipe Mattos / V COMAR

2 Comentários

  1. A implantação do Link BR2 representa uma revolução na comunicação e consequentemente na forma de agir das forças armadas. Vamos mudar efetivamente, pois as informações estarão disponíveis em todos os cantos do país e em todas os braços das FA, que passarão a agir como um todo. Isto deveria ser explicitado novamente, de forma bem didática, ilustrada, para entendimento da grande maioria das pessoas, pois nem imaginam do que se trata.

  2. Verdade ! essas novidades tecnológicas deveriam ser divulgadas a todos para que se entenda, do que se esta falando e para demonstrar nossa capacidade de aprimoramento e o empenho de estar sempre evoluindo para melhor servir a nação. Eu mesmo nem imagino o que seja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here