Programa COBRA – Avaliação do monóculo de imagem térmica OLHAR

2
2933

No dia 23 de março, o Centro de Avaliações do Exército (CAEx), “Campo de Provas da Marambaia/ 1948” realizou testes de avaliação do monóculo de imagem térmica Olhar OLHAR VDN-X1, da empresa brasileira Opto Tecnologia Optrônica Ltda, do Grupo Akaer, com a participação de engenheiros e técnicos da empresa e militares do Centro Tecnológico do Exército (CTEx) e do CAEx.

Os testes e ensaios ambientais constituíram a segunda etapa da avaliação dos protótipos do monóculo, para verificação dos requisitos técnicos, quando foi exposto a condições severas de submersão e a temperaturas extremas, em câmara climática, também houve o teste de fixação do equipamento aos Fuzis IA2, em calibre 5,56×45 mm e 7,62×51 mm, e foram realizados tiros em condições de luminosidade adversa, contra a luz solar.

O Monóculo OLHAR foi projetado com o que há de mais avançado em microeletrônica, mecânica de precisão e óptica para atender aos requisitos operacionais e técnicos homologados para o Projeto Sistema Combatente Brasileiro (COBRA) e é resultado do investimento em pesquisa e desenvolvimento da Base Industrial de Defesa e Segurança (BIDS), que em conjunto com o Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do Exército (SCTIEx), dotarão o combatente das Forças Armadas e das Forças de Segurança com equipamento leve, pequeno, robusto e de avançada optrônica, eficiente nas operações noturnas e sob condições climáticas adversas e de visibilidade restrita.

Monóculo de imagem térmica Olhar OLHAR VDN-X1, da empresa brasileira Opto Tecnologia Optrônica, do Grupo Akaer (Imagem: Akaer)

Com informações e imagens do Centro de Avaliações do Exército

2 Comentários

  1. Ótima notícia! Sistemas ópticos são essenciais no campo de batalha moderno. Ser independente, sem correr o risco de sansões por causa de ideologias ou algo pior é primordial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here