Principais projetos de blindados do Exército são discutidos na IDV

No dia de hoje, 05 de setembro, diversas autoridades do Exército Brasileiro (EB) se reuniram na planta de Sete Lagoas da IDV com o objetivo de discutir os assuntos dos Programas Estratégicos do Exército que envolva a referida empresa, além de conhecer a sua fábrica no Brasil.

Durante a visita foi possível discutir detalhes e perspectivas acerca das futuras atividades entre a IDV e o EB, sendo as principais o Projeto “Guarani 2.0”, as novas versões da Família Guarani, o novo lote da viatura blindada multitarefa – leve sobre rodas (VBMT-LSR) 4X4 Guaicurus, os próximos passos do projeto de obtenção da viatura blindada de combate de Cavalaria (VBC Cav) 8X8 Centauro II, dentre outros, e reforça o relacionamento entre a Força Terrestre com a base industrial de defesa, visando o incremento tecnológico das capacidades militares e desenvolvimento nacional.

Estiveram presentes na reunião o general de divisão Sergio Luiz Tratz, vice-chefe do Estado-Maior (EME); o general de divisão Tales Eduardo Areco Villela, diretor de Fabricação do Exército (DF); o general de brigada Jayro Rocha Junior, da 3ª subchefia do EME; o general de brigada Alexandre Martins Castilho, comandante do Centro Tecnológico do Exército (CTEx); o general de brigada Marcelo Rocha Lima, comandante do Escritório de Projetos do Exército (EPEx); o general de brigada Marcelo Corrêa Horewicz, comandante do Centro de Avaliações do Exército (CAEx); e o general de brigada Eron Pacheco Silva, da Chefia de Material (Ch Mat), junto com o presidente da IDV Latam, Humberto Spinetti, além de outros gerentes da empresa, os quais conduziram os generais a uma visita à linha de fabricação da viatura blindada de transporte de pessoal – média sobre rodas (VBTP-MSR) 6X6 Guarani e a uma demonstração dinâmica da viatura na pista de testes construída para o projeto.

Fonte: Diretoria de Fabricação do Exército 

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

O Estado-Maior do Exército, por meio da portaria 1.294-EME/C Ex, de 03 de abril de 2024, aprovou a diretriz de...

Com o objetivo de desenvolver sistemas de alta tecnologia de propulsão e de  aeronaves não tripuladas, está sendo anunciada a...

De todas as novidades da FIDAE 2024, definitivamente a que mais surpreendeu o público não foi a vinda do caça...

A atuação dos drones na guerra entre a Rússia e a Ucrânia mudou os conceitos e doutrinas do atual cenário...

Comentários

4 respostas

  1. Há a possibilidade do guarani 2.0 ser 8×8? Ou se trata apenas de um termo para falar sobre a outras vesões do projeto?

    1. Não vai ter um Guarani, em sentido estrito, 8×8. Isso ficou ainda mais claro com a compra do Centauro II.
      As novas versões do Guarani, ambulância e posto de comando, serão pequenas adaptações no Guarani 6×6.

  2. Existe algum nível de nacionalização da viatura guaicurus para a indústria nacional ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EM BREVE