Os F-16 da USAF estão recebendo pilones com sensores de alerta de mísseis e contramedidas

  • A atualização tornará os F-16 Viper mais antigos capazes de sobreviver em ambientes exigentes, ao proporcionar uma melhor conscientização sobre as ameaças dos mísseis e uma melhor capacidade de afastá-los.

https://youtu.be/TjxEJs68hN4

A Força Aérea dos Estados Unidos da América (USAF) está comprando novos sistemas de aviso de mísseis infravermelhos fabricados por Israel para os jatos de combate F-16 Viper operados pela Air Force Reserve  e Air National Guard.

A aeronave levará esses sensores de aviso infravermelho em pilones especializados sob as asas. Esses pilones também são capazes de acomodar dispensadores de flare e chaff e engodos ativos de guerra eletrônica.

A ELBIT, empresa de defesa com sede em Israel anunciou que sua subsidiária americana, Elbit Systems of America, havia recebido o contrato para “sistemas de aviso de mísseis infravermelhos baseados em pilones” em 9 de março de 2020.

A Força Aérea já reservou pouco mais de US $ 17 milhões para comprar esses sistemas, mas o contrato completo, que inclui trabalhos até pelo menos fevereiro de 2030, pode valer pouco mais de US $ 471,6 milhões, segundo um anúncio oficial do Pentágono em 5 de março.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW) publicou, na última sexta-feira, dia 19 de abril, um pedido de cotação...

O crescimento da Base Industrial de Defesa e Segurança Pública (BIDS) torna esse setor ainda mais estratégico e relevante para...

Em comemoração a semana do Exército, o Comando Militar do Sudeste (CMSE) está organizando uma série de eventos na Capital Paulista,...

O Ministério da Defesa (MinDef), por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SeProD), acompanhou, entre os dias 15 a...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL