Operação Yanomami completa 60 dias

Por Agência Força Aérea

Completados 60 dias desde sua ativação pelo Ministério da Defesa (MD), o Comando Operacional Conjunto Amazônia (Cmdo Op Cj Amz) já entregou 350 mil quilos de alimentos na região Yanomami. Esse foi um dos expressivos dados divulgados pelo Cmdo Op Cj Amz, nesta segunda-feira (03/04), após fechamento do balanço de ações da operação comandada pelo major-brigadeiro do Ar Raimundo Nogueira Lopes Neto.

“Os resultados são muito significativos, pois os números traduzem a dedicação, o empenho e comprometimento de todos os militares da Marinha do Brasil (MB), do Exército Brasileiro (EB) e da Força Aérea Brasileira (FAB) envolvidos na missão; esforços que se convertem em ajuda humanitária a essa parcela da população especialmente vulnerável neste momento. Até então, cerca de 20 mil cestas básicas foram entregues por todo o Território Yanomami, atendendo mais de 40 aldeias. Para tal feito, já foram empregadas mais de 2500 horas de voo, marca expressiva para as Forças Armadas, em tão curto espaço de tempo”, destacou o major-brigadeiro Nogueira.

O comandante da operação conjunta ainda completou. “Outra frente a ser enfatizada é no âmbito da saúde indígena Yanomami. O trabalho desempenhado pelos militares da FAB no Hospital de Campanha (HCAMP) foi capaz de controlar o cenário delicado vivido pela população indígena, reduzindo drasticamente a necessidade de atendimentos a cada dia, culminando, na última semana, com uma média de dois atendimentos diários”.

De acordo com o fechamento do balanço desta semana, no tocante à saúde indígena, o Cmdo OP Cj Amz computa 1.903 atendimentos no HCAMP e 201 indígenas transportados. Outro dado importante relativo ao transporte é o de apoio prestado ao Centro de Operação de Emergência (COE) Yanomami. São mais de 8 mil cargas (contabilizadas a partir de 7 de março) e 540 pessoas transportadas em veículos militares.

Não obstante o aeródromo de Surucucu ser privado, e de responsabilidade da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI), outro exemplo de tarefa extremamente relevante foi o reparo emergencial da pista, executado pelo 6º Batalhão de Engenharia e Construção (6° BEC) do EB, que possibilitou, desde os primeiros dias de março, as operações de pousos e decolagens da aeronave C-105 Amazonas, esta com capacidade de transporte de até 64 passageiros ou cinco toneladas de carga, além do C-98 Caravan, outra aeronave empregada na missão.

O objetivo da operação conjunta, que envolve mais de 580 militares das Forças Armadas, é o reforço às ações de enfrentamento de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional e o combate ao garimpo ilegal no Território Yanomami, em Boa Vista (RR).

“Julgo importante ressaltar que, para manter a consistência das ações nesta complexa operação, é imprescindível a sinergia entre as três Forças – Marinha, Exército e Aeronáutica. Os resultados obtidos são fruto da interoperabilidade, que possibilitou a regularidade dos esforços aplicados ao longo de 60 dias”, comentou o subcomandante da Operação, general de brigada Marcelo Lorenzini Zucco.

Fonte: Comando Operacional Conjunto Amazônia
Fotos: Sargento Mônica e Arquivos CECOMSAER

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Variante com uma nova torre é  apresentada na feira de Paris A BAE Systems está apresentando o CV90MkIV com uma...

Na quarta-feira (12), o mercado de defesa se agitou com a notícia divulgada pelo portal britânico Janes de que o...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL