Operação Treme Cerrado – Astros e Guarani em ação no Planalto Central

1
2768

O Comando Militar do Planalto (CMP) coordenou, entre os dias 02 e 06 de novembro de 2020, o Exercício Treme Cerrado IX, no Campo de Instrução de Formosa (CIF), com o intuito principal de encerrar o adestramento avançado da 3ª Brigada de Infantaria Motorizada (3ª Bda Inf Mtz), Brigada Visconde de Porto Seguro, aquarelada em Cristalina (GO).

No dia 14 de outubro, iniciou-se o deslocamento estratégico de meios para a operação, que contará com a participação de cerca de 2 mil militares das organizações militares (OM) dos Estados de Tocantins, Goiás e Distrito Federal, além do Triângulo Mineiro.

A 3ª Bda Inf Mtz iniciou a atividade com uma formatura de apronto operacional presidida pelo comandante Militar do Planalto, o general de divisão Rui Yutaka Matsuda, acompanhado comandante da brigada, o general de brigada Marcus Alexandre Fernandes de Araújo.

No exercício foram empregadas 244 viaturas e o efetivo de 1346 militares da Brigada, suas Organizações Militares Diretamente Subordinadas (OMDS), do 11° Grupo de Artilharia Antiaérea (11º GAAAe) e Batalhão da Guarda Presidencial (BGP). Na oportunidade, todas as funções de combate foram colocadas em prática e o adestramento foi pleno em êxito com a execução do de diversas operações, como uma marcha para o combate em dois eixos e um ataque coordenado, tendo em primeiro escalão o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado (36º BI Mec) e o 41º Batalhão de Infantaria Motorizado (41º BI Mtz), e o tiro das armas coletivas, onde as frações presentes puderam realizar seus adestramentos, realizando tiros com metralhadoras 7,62 mm MAG e .50’ Browning M2HB, Sistema de Armas Remotamente Controlada (SARC) REMAX do VBTP-MSR 6×6 Guarani, canhão 90 mm do VBR 6×6 Engesa EE-9 Cascavel e morteiros 60 e 81 mm.

O 16º Batalhão Logístico (16º B Log), de Brasília (DF), realizou um teste com o APH (Atendimento Pré-Hospitalar) Tático, com a inclusão, pela primeira vez, de sistema de  teleatendimento operacional, que poderiam já ser aplicados, pois, caso houvesse necessidade de atendimento a algum militar que sofresse um acidente na linha de frente, a retaguarda poderia fazer um teleatendimento de urgência, garantindo toda a sua segurança até a chegada da equipe médica.

Os Astros em ação

Além das OM citadas, O Comando de Artilharia do Exército (Cmdo Art Ex) participou da operação com unidades do Sistemas Astros II pertencentes ao 6º e 16º Grupos de Mísseis e Foguetes (GMF), ambos aquartelados no Forte Santa Barbara, em Formosa (GO).

No dia de ontem, 06 de outubro, foi realizado uma demonstração de tiro, com um a Bateria Astros, composta por quatro peças (AV-LMU), lançando uma pequena salva de foguetes de treinamento SS-09TS, de 70 mm, em um alvo localizado a 7.600 metros de distância.

Com informações e imagens da Comunicação Social do Comando Militar do Planalto

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here