Operação Repatriação – KC-390 parte para Varsóvia

5
3245
Foto: Força Aérea Brasileira

A aeronave multimissão KC-390 Millennium, FAB 2855, pertencente ao Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT), o “Esquadrão Zeus”, da Força Aérea Brasileira (FAB), partiu hoje, 07 de março, ás 15h15 (horário de Brasília), da Base Aérea de Anápolis (BAAN) com destino a Varsóvia, na Polônia,  carregada com cerca de 11,5 toneladas de medicamentos, alimentos e itens de primeira necessidade, que serão doados pelo Brasil para auxílio humanitário às vítimas da invasão russa na Ucrânia.

Entre os suprimentos que serão doados, a título de cooperação humanitária, estão  50 purificadores de água de tecnologia e fabricação nacionais (com capacidade combinada para purificar cerca de 300 mil litros de água por dia); 50 kits voltaicos com painel solar para abastecer o equipamento de energia de forma autônoma; 10 toneladas de alimentos desidratados de alto teor nutritivo (400 mil refeições); e 5 kits de medicamentos para emergências médicas, oriundos dos estoques públicos administrados pelo Ministério da Saúde, sem comprometer o abastecimento nacional.

Os suprimentos foram embarcados, ontem à noite,  da Base Aérea de São Paulo (Fotos: BASP / CECOMSAER)

A aeronave deverá chegar à capital polonesa na quarta-feira, dia 9, após fazer paradas técnicas na Base Aérea de Recife (BARF) e nos aeroportos de Cabo Verde e Lisboa (Portugal). Na volta, prevista para ocorrer na quinta-feira, dia 10, deverá trazer ao menos 40 brasileiros que foram atingidos pelo conflito, além de 23 cidadãos ucranianos e um polonês, que estão sob cuidados do corpo diplomático brasileiro, e seis cães.

Pouco antes da decolagem, o ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, comentou que, desde o início do conflito armado, há 12 dias, o governo federal vem tomando medidas para proteger e auxiliar os brasileiros na região. “O governo brasileiro tomou medidas concretas com o objetivo de cuidar da segurança dos nossos companheiros que se encontram em áreas de risco e para viabilizar suas condições de retorno ao Brasil”, disse o ministro.

Icnográfico: Agência Força Aérea

Operação Repatriação

A ação interministerial, denominada Operação Repatriação, ocorre de forma integrada entre as pastas da Defesa, das Relações Exteriores e da Saúde, e participam dela 16 tripulantes da FAB.

Foto: Força Aérea Brasileira

Com informações da Agência Brasil e Agencia Força Aérea

5 Comentários

  1. Trocentas escalas, o PR mencionou em entrevista semana passada(que a FAB “nos próximos meses”vai adquirir aeronave de maior alcance etc/MRTT ??? pois o PR teve conversando com o sr Boris Johnson da Inglaterra ) e foi reforçado em comentário ontem em “O Pingo nos Is” que o governo está providenciando a aquisição de aeronave com maior alcance (MRTT ???). Estão deixando a gente sonhar, talvez a aquisição ocorra, mediante a urgente necessidade, de forma mais rápida do que o proposto pela FAB de comprar o avião e mandar modificar e tal ,ainda mais tendo os ingleses duas máquinas lá já no ponto de bala.

    • Infelizmente os dois aviões da Airbus A330 MRTT não puderam ser adquiridos por fatores orçamentais. A FAB já passa por muitas dificuldades nisso, tanto que infelizmente teve que fazer um acordo com a Embraer para reduzir a frota dos C-390 de 28 para 22 aviões. Ter os aviões MRTT não seria problema para a nossa FAB, mas sim o alto custo logístico para mantê-los, o que infelizmente foi suficiente para a não aquisição das duas aeronaves por enquanto neste momento.

      Os C-390 possuem um bom alcance, o suficiente para buscar com segurança os brasileiros que estão na Polônia e que fugiram da Ucrânia.

      Com certeza as duas aeronaves Airbus A330 MRTT estão no planejamento, e logo serão adquiridas.

      • A FAB já abriu a licitação para adquirir dois A330 (civis), que posteriormente serão convertidos a MRTT. A entrega das propostas estava marcada para ontem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here