Operação DRAGÃO 2021, o mais importante exercício de desembarque da Marinha

Entre os dias 07 e 12 de dezembro, a Marinha do Brasil (MB) está realizando a 40ª edição da Operação DRAGÃO, a “DRAGÃO XL”, um dos mais importantes exercícios militares do ano, com objetivo de realizar operações no mar, no ar e em terra, de caráter estritamente militar, a fim de contribuir para incrementar o nível de prontidão dos meios navais, aeronavais e de Fuzileiros Navais, e representa coroamento do adestramento do conjugado anfíbio da Força.

O exercício está sendo executado na área marítima compreendida entre os municípios do Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES), e coordenado pelo Comando de Operações Navais (ComOpNav), por meio da Esquadra, com seus  principais meios, e da Força de Fuzileiros da Esquadra, com cerca de 1.000 fuzileiros navais.

Neste ano, pela primeira vez, a Operação Dragão é parte de um exercício conjunto, a Operação MERIDIANO, a cargo do Ministério da Defesa. Assim, o exercício anfíbio mais importante do calendário da MB, que tradicionalmente já conta com a participação de meios e pessoal do Exército Brasileiro (EB) e Força Aérea Brasileira (FAB), tornam-se um marco para interoperabilidade das três forças singulares e do Ministério da Defesa.

Será desdobrada em fases que incluem o embarque, a travessia e ações em terra, cujo principal propósito é realizar o desembarque da tropa, simulando a retomada de território hostil.

O Dia “D” do da operação, o desembarque anfíbio, ocorreu nesta sexta-feira, dia 10, na Praia de Itaoca, no município de Itapemirim (ES), e a operação ao todo está contando com aproximadamente 2.500 militares, seis navios (navio-aeródromo multipropósito Atlântico, navio doca multipropósito Bahia, fragatas Liberal e Independência, corveta Cabloco e a embarcação de desembarque de carga geral Marambaia),  seis aeronaves (três UH-15, um SH-16, um UH-12 e um caça AF-1) e 39 viaturas anfíbias (dez CLAnf, quatro VtrBldEsp Piranha, 13 Viaturas Pesadas e 12 Viaturas Leves).

Com informações e imagens do Centro de Comunicação Social da Marinha

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Comissão do Exército Brasileiro em Washington (CEBW) publicou, na última sexta-feira, dia 19 de abril, um pedido de cotação...

O crescimento da Base Industrial de Defesa e Segurança Pública (BIDS) torna esse setor ainda mais estratégico e relevante para...

Em comemoração a semana do Exército, o Comando Militar do Sudeste (CMSE) está organizando uma série de eventos na Capital Paulista,...

O Ministério da Defesa (MinDef), por meio da Secretaria de Produtos de Defesa (SeProD), acompanhou, entre os dias 15 a...

Comentários

Uma resposta

  1. Excelente exercício! Parabéns aos nossos valorosos CFN.

    Apenas me preocupo com o fato de talvez pela falta de escoltas e cobertura aeronaval, nunca poderem abicarem e estabelecerem uma cabeça de ponte, salvo se o TO for Paraguai, Uruguai…

    CM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL