O Sistema Militar de Defesa Cibernética do Brasil é oficialmente criado

1
1029

Ontem, dia 01 de dezembro, foi oficialmente criado o Sistema Militar de Defesa Cibernética (SMDC), tendo como órgão central o Comando de Defesa Cibernética (ComDCiber), comando operacional permanentemente ativado e integrado por oficiais e praças das Três Forças Singulares. A criação do SMDC atende o cumprimento da Portaria no 3.781/GM-MD, de 17 de novembro.

A dimensão cibernética, como partícipe no tema defesa surge, de modo estruturado, a partir de Estratégia Nacional de Defesa (2008), que a definiu como um dos três setores estratégicos, juntamente com o nuclear e o espacial. Na atribuição de cada um desses setores a cada uma das Forças Singulares, coube ao Exército a condução do Setor Estratégico Cibernético na Defesa.

O domínio de ação da defesa cibernética, relacionado diretamente com o funcionamento de sistemas de tecnologia da informação e comunicações (TIC), é definido como ciberespaço, um ente onde é difícil definir limites e fronteiras físicas, mas que pode observar efeitos nas dimensões física e virtual.

A digitalização de atividades, as mais diversas, pelas sociedades, a automação de sistemas de emprego civil ou militar e a transversalidade do tema tornam o ciberespaço uma dimensão fundamental; dual por excelência e de importância crescente.

O desafio do recém criado SMDC será o de conduzir ações de proteção, exploração e ataques cibernéticos em proveito da Defesa Nacional, 24/7, com benefícios em prol de toda a sociedade, apoiando também, a segurança cibernética em atividades interagências, como a proteção de infraestruturas críticas do País.

Com informações e imagem do Ministério da Defesa

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here