O 3º RC Mec se despede dos Urutu e apresenta oficialmente os Guarani

8
3483
Uma imagem icônica: a saída do Urutu e a chegada do Guarani

Na ultima segunda-feira, dia 27/07, no 3º Regimento de Cavalaria Mecanizado (3º RC Mec), Regimento Forte de Santa Tecla, ocorreu a cerimônia de entrada em serviço operacional das VBTP-MSR 6×6 Guarani e a despedida das antigas VBTP 6×6 Urutu dos seus Pelotões de Cavalaria Mecanizada (Pel C Mec) da unidade.

O 3º RC Mec recebeu seus dois primeiros blindados Guarani no dia 21 deste mês, e as quatro restantes no dia 25, último sábado, todas equipadas com o SARC REMAX. Mais três viaturas deverão ser entregues até o final do ano, completando a primeira etapa de implantação do Guarani no Regimento.

 

O 3º RC Mec, localizado na cidade de Bagé/RS é o primeiro, dos três Regimentos de Cavalaria Mecanizado pertencentes a 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (3º Bda C Mec), a colocar em serviço operacional o novo blindado nacional.

Porem essa unidade já estava utilizando quatro VBTP Guarani, pertencentes a outras unidades da Brigada, além de possuir um MAI (Meio Auxiliar de Instrução) e já ter criado uma Seção de Instrução de Blindados (SIBld), centralizando todas as instruções e capacitações de chefe de carro e motorista de Guarani na Brigada, sendo responsável por sua formação e já tendo formado três turmas até o momento.

O SIBld do 3º RC Mec e seu MAI

 

Os quatros Guarani de outras OMs que estavam em operação no 3º RC Mec antes da chegada dos seus próprios veículos

 

Nas palavras do Comandante do 3º RC Mec, o Tenente-Coronel GIOVANI Dalarosa AMARAL, “a incorporação do Guarani aos Pelotões de Cavalaria Mecanizados, agrega uma nova capacidade operativa, reforçando prontidão para o combate da tropa”.

A crescente entrada em serviço de viaturas Guarani no Exército Brasileiro demonstra a constante evolução da força, preparando-se, sem medir esforços, para enfrentar os desafios dos novos tempos.

A nova cara do 3º RC Mec

Fotos: 3º RC Mec

 

Veja Também

3º RC Mec recebe suas primeiras VBTP Guarani REMAX

8º RC Mec completa sua dotação de VBTP Guarani REMAX

VBTP-MSR GUARANI – As últimas entregas de 2019

SARC REMAX – Integração no VBTP Guarani

 

8 Comentários

  1. Demorou mas chegou o dia da mudança ! Já era tempo de substituir o veterano Urutu ! Pelo vídeo todos tem a REMAX .50, irão receber tb com canhão de 30mm Paulo Bastos ?

    • Adriano, o Guarani com a SARC UT30BR esta previsto apenas para o apoio de fogo dos Batalhões de Infantaria Mecanizada.
      Os Grupos de Combate da Cavalaria Mecanizada, como os dos RC Mec, ficarão apenas com os equipados com as SARC REMAX.

  2. Vai faltar mesmo uma viatura com canhão mais pesado no lugar dos Cascavéis, mas isso ainda vai levar um tempo.

  3. Bom dia,

    Paulo, primeiramente agradecer por mais uma excelente matéria e, segundo, uma dúvida. O que será feito com os Urutus? Serão desativados? Serão levados para outros regimentos? Existe a probabilidade deles serem doados talvez para o Uruguai, por exemplo?

    Abraço.

  4. Senhores, gostaria de esclarecer que os ENGESA EE-11 Urutu, em suas mais diversas versões, estão sendo substituídos pelos VBTP-MSR 6×6 Guarani nos Grupos de Combate (GC), dos Pelotões mecanizados das Brigadas de Cavalaria Mecanizada.
    Ele ainda continuará em uso, pelo menos em suas versões mais recentes, as M5 e M6, nas demais Brigadas de Cavalaria e também nas próprias Brigadas de Cavalaria Mecanizada, como veículos nos pelotões de apoio.
    Nada impede que uma certa quantidade deles seja cedida a países aliados, todavia, o Urutu, assim como esta ocorrendo com o fuzil FAL (que esta em processo de substituição pelo IA2), vão continuar em serviço por muitos anos no EB, coexistindo com seus sucessores, mas em quantidades cada vez menores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here