Novas soluções de blindagem

A ALLTEC Materiais Compostos do Brasil e a Rafael Advanced Defense Systems, de Israel, assinaram um Memorando de Entendimento (MdE) para cooperação em soluções suplementares de blindagem passiva, manutenção e suporte durante o ciclo de vida.

Com base nesse MdE, as empresas irão cooperar em projetos e oportunidades de negócios, para oferecerem soluções suplementares de blindagem passiva de Nível STANAG 4 e superior,  para o Ministério da Defesa e forças auxiliares, com o objetivo de transferir tecnologia, com o  máximo de conteúdos industriais locais e facilitar a comercialização e vendas compartilhadas.

As soluções de blindagem reativa explosiva (ERA) e passiva suplementar da Rafael são utilizadas há mais de 30 anos nas Forças de Defesa Israelense, Estados Unidos e países da OTAN, unidades de manutenção da paz e outros clientes por todo mundo, com eficácia demonstrada contra uma grande variedade de ameaças, tais como armas anticarro (“rocket-propelled grenade – RPG”), munições de Infantaria com projeteis perfurante (“armour piercing – AP”), estilhaços de Artilharia, morteiros e artefatos explosivos improvisados (IED).

A “Armor Shield P”, por exemplo, oferece uma proteção de blindagem suplementar robusta, capaz de absorver a energia cinética dos projeteis, prevenindo sua ruptura e perfuração. Essa blindagem leve pode ser instalada ou removida rapidamente, de acordo com as necessidades da missão.

A ALLTEC é líder em tecnologia de fabricação de blindagem suplementar, em qualquer formato e espessura, e sua larga experiência e conhecimento neste segmento a permitiu fazer uso dessa experiência para aperfeiçoar o nível de proteção balística exigido pelo Exército Brasileiro (EB) nos veículos blindados de transporte de tropas (VBTP) 6X6 Guarani, sendo designada para o desenvolvimento de um novo kit de proteção balística adicional (suplementar), para esse blindado.

A adjudicação desse projeto inclui as fases de investigação tecnológica, produção, testes de campo, processo de certificação oficial, montagem final e pintura nos escudos de blindagem. Este desafio inovador resultou na aquisição de profundo conhecimento e domínio da tecnologia em blindagem cerâmica, que a qualificou como a principal fornecedora do EB para esses componentes.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Em um surpreendente anuncio ocorrido hoje, dia 11 de junho, a empresa franco-germânica KNDS informou que encerrou as negociações de...

Na ultima quinta-feira, dia 6 de junho, ocorreram testes de lançamento do míssil anticarro MSS 1.2 AC por militares do...

Parceria prevê aumentar conhecimento das tecnologias em uso atualmente e em desenvolvimento no país, além de explorar novas técnicas Uma...

A Marinha do Brasil (MB), a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) e a Sociedade de Propósito Específico (SPE) Águas...

Comentários

9 respostas

    1. Sim, a ALLTEC é um empresa brasileira, fundada em 1995 e com sede em São José dos Campos/SP.

  1. A Alltec já produz o kit de blindagem do Guarani que suporte .50. Não lembro de já ter visto um dos blindados com este kit instalado.
    Interessante que o Armor Shield P, com STANAG nível 6 suporta disparos de até 30mm.

  2. Basto. Eu procurei e realmente não encontrei. O Guarani, com a blindagem contra .50 fabricada pela Alltec, já foi exibida alguma vez?

      1. Verdade. Não tinha me atentado para os parafusos de aplicação que permite a identificação.
        O Programa Guarani tem potencial para revolucionar não só tecnologicamente o EB, mas também a doutrina atual.

  3. Bastos boa tarde ,
    com relação a blindagem , é muito caro cobrir nossos carros de combate com blindagem , pq acredito que seria mais caro comprar um carro de combate do que a blindagem . Pois hj , a blindagem de nossos carros estao de longe defasadas .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL