Nova antena multissatelital contra o desmatamento

1
1367
A placa alusiva a inauguração foi descoberta pelo presidente Jair Bolsonaro, vice-presidente Hamilton Mourão, ministro da Defesa Walter Souza Braga Netto e diretor-geral do CENSIPAM Rafael Pinto Costa (Imagem: Alexandre Manfrim / MD)

O Ministério da Defesa (MD), por meio do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CENSIPAM), inaugurou hoje, dia 22 de julho, uma antena de recepção multissatelital para auxiliar no combate ao desmatamento e outros crimes ambientais.

A nova antena foi adquirida nos Estados Unidos com recursos do Fundo Amazônia, gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por US$ 5,8 milhões e receberá imagens do Centro-Oeste, Sul, Nordeste, pedaço do mar territorial e parte da Amazônia. Uma segunda antena será instalada até novembro em Manaus (AM), com custo de US$ 3,9 milhões, permitindo a cobertura de todo o território nacional.

Com 17 metros de altura e 11,3 metros de diâmetro, o equipamento foi instalado no Campo de Instrução de Formosa (CIF), pertencente ao Exército Brasileiro, em Formosa (GO), a cerca de 90 quilômetros de Brasília, e será utilizado no âmbito do Sistema Integrado de Alerta de Desmatamento (SIPAMSar), projeto que monitora a supressão de vegetação na Amazônia e antecipa as intervenções em campo com a visualização do terreno, inclusive no período de alta cobertura de nuvens na região.

A antena receberá, em tempo real, imagens de radar de abertura sintética (SAR) a bordo de satélites que estão na órbita brasileira. O equipamento transmitirá as imagens para uma equipe de analistas do CENSIPAM, bem como outros órgãos de fiscalização ambiental, como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Essa transmissão das imagens será feita em minutos, uma grande evolução quando comparada as antenas atuais, que demoram dias, até semanas para realizar a mesma tarefa. Com isso, a equipe do CENSIPAM conseguirá alertar rapidamente os órgãos ambientais de ações de desmatamento e outros crimes ambientais identificados.

A cerimônia ocorreu na sede do MD, em Brasília, e contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro, do vice-presidente Hamilton Mourão, do ministro da Defesa Walter Souza Braga Netto, do ministro-chefe da Casa Civil Luiz Eduardo Ramos, do ministro da Economia Paulo Roberto Nunes Guedes, do chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas general-de-exército Laerte de Souza Santos, do Secretário-Geral do MD Sérgio José Pereira, do diretor-geral do CENSIPAM Rafael Pinto Costa, entre outras autoridades.

A nova antena multissatelital instalada em Formosa, Goiás (Imagem: Reprodução da TV Brasil)

Com informações do Ministério da Defesa e Agência Brasil

1 Comentário

  1. Muitas medidas importantes estão sendo tomadas. Infelizmente é uma guerra desleal onde um lado age às margens da lei, pode e faz de tudo. É preciso leis mais rígidas e mecanismos que identifiquem e punam os culpados por muitos desmatamentos e queimadas criminosos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here