Naval Group lança a Fragata Lorraine, a segunda FREMM DA da Marinha Francesa

0
1072

No dia de hoje, 13 de novembro, o Naval Group lançou ao mar a fragata Lorraine (D657), em Lorient, França. Este navio foi encomendado pela Direção Geral de Armamento (Direction Générale de l’Armement – DGA), do Ministério da Defesa da França, e a gestão do programa é confiada à Organização para Cooperação Conjunta de Armamento (OCCAR).

A FREMM Lorraine é a segunda fragata FREMM do tipo FREMM DA (défense anti-aérienne, ou defesa antiaérea), apresentando uma capacidade de defesa aérea aprimorada, é a décima unidade da série FREMM produzida pelo Naval Group e a oitava e última a ser adicionada à frota da Marinha Francesa (Marine Nationale).

A ministra das Forças Armadas da França (Ministra da Defesa) Florence Parly, o almirante Pierre Vandier, Chefe do Estado-Maior da Marinha Francesa, e a engenheira Emmanuelle Thivillier, encarregada dos programas navais da Direção Geral de Armamento (DGA) e o presidente e CEO do Naval Group, Pierre Eric Pommellet, ao lado de funcionários da unidade de Lorient participaram da cerimônia de lançamento.

O lançamento da oitava FREMM

Cinquenta e quatro meses após o início da produção, a FREMM DA Lorraine deixou o estaleiro da Naval Group em Lorient, cumprindo integralmente o calendário definido pela Lei do Planeamento Militar, respeitando as normas de segurança e saúde em vigor.

As principais diferenças técnicas das FREMM DA, em relação as outras FREMM, são o radar multifuncional mais poderoso, fornecido pela Thales, comunicações aprimoradas, três consoles adicionais do Sistema de Gerenciamento de Combate Setis®, no “centro de operações central”, com uma capacidade de defesa aérea aprimorada através do uso de mísseis Aster 15 e Aster 30. Também se beneficia de um novo mastro, otimizado para aumentar o desempenho de detecção. Além de realizar as mesmas missões de guerra antissubmarino que as FREMM anteriores, as FREMM DA serão responsáveis ​​pela defesa aérea das principais unidades da Marinha Francesa, ou seja, o porta-aviões Charles de Gaulle (R91) ou os porta-helicópteros anfíbios (PHA) da classe Mistral, dentro do grupo de combate.

De forma mais geral, as fragatas FREMM terão integradas a evolução dos sistemas ao longo do tempo, para garantir que as unidades mais antigas da série se beneficiem das tecnologias mais recentes, tais como: capacidades cibernéticas adicionais, compatibilização com o Liaison 22 (Conexão 22, o novo conexão da OTAN para a transmissão e recepção de informações táticas seguras e sem fio entre unidades militares), integração de um digital tático mesa, etc..

“Ao longo deste exigente programa, mantivemos uma relação estreita com o nosso cliente, de forma a responder da melhor forma às expectativas e aos desafios tecnológicos das inovações a bordo. Este feedback levou-nos a mudar a nossa organização industrial. Construção modular, otimização da cadeia de abastecimento e bloco a pré-fabricação reduziu os prazos de construção e, em última análise, os custos de produção, com isso, ganhamos em eficiência e desempenho, ao mesmo tempo em que melhoramos as condições de trabalho de nossos colaboradores, o que tem levado a uma redução considerável de acidentes. Estamos orgulhosos de lançar hoje o mais recente FREMM francês!”, declarou Laurent Espinasse, vice-presidente executivo para a Indústria do Naval Group.

O programa FREMM vem funcionando em um cronograma estável desde a última Lei de Planejamento Militar, e oito unidades da série FREMM foram entregues entre 2012 e 2019:  Aquitaine (D650), em 2012; Provene (D652), em 2015; Languedoc (D653), em 2016; Auvergne (D654), em abril de 2017, Bretagne (D655), em julho de 2018; e Normandie (D651), em julho de 2019.

A Alsace (D656), a outra FREEM DA, foi lançada em 18 de abril de 2019 e será entregue em 2021, e internacionalmente, a Mohammed VI (701) foi entregue ao Marrocos em 2014 e a Tahya Misr (FFG-1001) foi entregue no Egito em 2015.

Características técnicas das FREMM DA

As FREMM DA estão fortemente armadas e usam os sistemas de armas e equipamentos mais poderosos, como o radar multifuncional Herakles, mísseis antiaéreos Aster 15 e 30, misseis antinavio Exocet MM 40 e torpedos MU90 Impact. O desempenho de seu sistema de combate é aprimorado, com maior capacidade de radar e comunicação, novo radar e controle de fogo eletro-óptico e um sistema de gerenciamento de combate SETIS® com funções específicas de defesa aérea.

  • Comprimento total: 142 metros;
  • Largura: 20 metros;
  • Deslocamento: 6.000 toneladas;
  • Velocidade máxima: 27 nós;
  • Tripulação: 123 tripulantes + 14 para o destacamento do helicóptero);
  • Capacidade máxima de acomodação: 165 pessoas;
  • Autonomia: 6.000 milhas náuticas a 15 nós;

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here