MUSS – Sistema de Proteção Multifuncional para blindados

4
1105

Atualmente, a proteção dos veículos de combate é baseada na tradicional blindagem balística feita de aço ou materiais compostos, sendo que a ampliação dos níveis de proteção somente é obtida com o aumento da espessura desses materiais, acarretando em maior peso ao veículo e comprometendo, diretamente, na sua mobilidade.

No caso específico dos veículos de combate de infantaria (IFV), que enfrentam requisitos de peso muito mais limitados, o nível de proteção desejado só pode ser alcançado com o uso de blindagens passivas, principalmente em ambientes com a presença de mísseis anticarro guiados (ATGM), garantindo assim a sua sobrevivência no campo de batalha.

O uso de sensores pode alertar, com antecedência, a presença dos ATGM, através da identificação de mísseis e lasers, sendo que o sistema ativa as contramedidas apropriadas para desorientar as ameaças, desviando-as da sua trajetória ou até impedindo que os carros de combate sejam marcados como alvo.

O MBT Challenger 2 integrado ao sistema de autoproteção multifuncional (MUSS), do programa “Medusa

O Sistema de Autoproteção Multifuncional (MUSS, do alemão Multifunktionales Selbstschutz-System) é um conjunto eletrônico de proteção ativa do tipo soft kill, desenvolvido pela HENSOLDT, para proteger veículos militares contra mísseis antitanques guiados. Ele foi escolhido para equipar o novo veículo de combate de infantaria “Puma”, do exército alemão, tendo a empresa recebido um contrato para entregar um total de 342 conjuntos a Krauss-Maffei Wegmann e a Rheinmetall.

Mais de 1.500 dispositivos do sistema já foram produzidos e entregues, sendo 1.200 sensores e 350 unidades centrais. Além disso, a HENSOLDT fornece ao programa “Puma” os sistemas optrônicos de armas, periscópios e de observação do motorista.

Apesar dessa história de sucesso, HENSOLDT continua inovando. “Nós revisamos e reposicionamos fundamentalmente nossa tecnologia”, explicou o Dr. Oliver Rudow, diretor da linha de negócios de sistemas de proteção e contramedidas da HENSOLDT Company.

O MUSS oferece aos veículos de combate de infantaria e aos carros de combate (MBT) proteção eficaz contra ameaças inimigas guiadas a laser, através de sensores fazem a sua detecção e iniciam as contramedidas apropriadas.

“Sistemas de proteção como o MUSS estão abrindo possibilidades aprimoradas para proteger veículos blindados de ataques, como já é o caso com aviões ou helicópteros”, disse Thomas Müller, CEO da HENSOLDT. “Em comparação com as soluções ativas do tipo hard kill, podemos aumentar muito o nível de proteção sem arriscar danos colaterais ao redor do veículo.”

Seu funcionamento

Cada sistema MUSS consiste em quatro sensores de alerta, uma unidade central, um sistema de bloqueio infravermelho, componentes eletrônicos de bloqueio e um novo lançador de fumaça.

O MUSS, HENSOLDT, instalado em um blindado Puma

Os sensores de alerta detectam a aproximação de mísseis e de feixes laser apontados para o veículo. A unidade central ativa um bloqueador infravermelho, que interfere nos sistemas de orientação de mísseis e/ou inicia o uso de contramedidas pirotécnicas, oferecendo proteção de 360°, com uma elevação de até 70° e podendo lidar com até quatro ameaças simultâneas. Todo o sistema pesa de 65kg a 160kg, conforme o nível de proteção.

O MUSS torna possível a defesa contra ameaças antes que elas atinjam um veículo, detectando-as e fornecendo uma resposta baseada no bloqueio ou na desorientação do sistema de guiagem sem danos colaterais. Além disso, é uma solução discreta, que não tem influência significativa na radiação do veículo, uma vez que possui apenas sensores passivos e um interferidor infravermelho com tempo de ativação curto, não detectável no espectro da imagem visível ou térmica.

A Torre de interferência eletrônica e o Sensores de alertas de mísseis e de lasers do MUSS

Os aprimoramentos do sistema, chamados de MUSS 2.0, incluem um novo detector de laser que cobre todas as ameaças de modernas, com sensor aprimorado além de softwares e contramedidas mais modernas. “Além disso, o MUSS 2.0 será ainda menor e mais leve do que antes. Nossos sistemas de proteção aérea, terrestre e marítima são usados ​​pelas forças armadas da Alemanha, bem como por vários países da OTAN. Também estamos abertos para discutir e oferecer este sistema na América Latina. Para nós, o mais importante é disponibilizar a melhor proteção possível aos soldados e isso é conseguido através do MUSS”, concluiu Luis Gueren, diretor de marketing da Hensoldt na América Latina.

A parte traseira da torre do Puma com o MUSS instalado

Fonte: Hensoldt 

4 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here