Modernização do Cascavel – Anunciada as empresas concorrentes

Na manha de hoje, 21 de fevereiro, ocorreu a entrega das propostas para a licitação da concorrência  nº 01/2021-DF, referente à contratação de empresa especializada para a execução do serviço de modernização de nove viaturas blindadas de reconhecimento – média sobre rodas (VBR-MSR) EE-9 Cascavel, na Diretoria de Fabricação (DF).

Quatro consórcios se apresentaram:

  • Akaer, Universal e Opto;
  • Ares e AEL;
  • Equitron e Safran;
  • Norinco, Columbus, XCMG e Sigma Delta Tecnologia;

Além destas, a empresa Carron Automotive Ltda, de Cruzeiro (SP), também tentou apresentar sua proposta, mas chegou fora do horário determinado no edital e não pode participar do certame.

De acordo com o general de brigada Tales Eduardo Areco Villela, diretor de Fabricação do Exército e responsável pelo processo, ocorreu apenas abertura da sessão pública de habilitação. “Continuaremos até o fim de semana, após a fase de habilitação, qualificando as empresas em termos financeiros e técnicos, analisando a documentação de habilitação”, disse o general Tales.

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Empresa do Grupo Embraer participa de debate sobre soluções tecnológicas que estão moldando o futuro dos grandes centros urbanos As...

Hoje, dia 16 de maio, às 18:00hs, será lançado o livro “Segurança Escolar – Prevenção multidisciplinar escolar contra-ataques ativos”, de...

Um drone do Exército Brasileiro (EB) localizou, no fim da tarde dessa terça-feira, dia 14, moradores pedindo ajuda no topo...

A Águas Azuis, Sociedade de Propósito Específico (SPE), estabelecida entre a Thyssenkrupp Marine Systems, Embraer Defesa& Segurança e Atech para...

Comentários

12 respostas

  1. Agora sim faz sentido a akaer e a opto juntas em um consórcio.

    Eu espero que o consórcio AKAER E OPTO ganhem pois são as unicas que desenvolvem Optrônicos e sistemas de controle de tiro nacionais. que aliais eu acredito que seja o real objetivo da modernização do cascavel, alavancar o desenvolvimento de optrônicos e FCS por empresas brasileiras e qualifica-las para desenvolvimentos futuros do programa nova couraça.

    1. A Akaer não é a única a desenvolver Sistemas de Controle de Tiro (Fire Control System) e Optrônicos no Brasil. Os REMAX da ARES possuem essas tecnologias, desenvolvidas em parceria com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx), desde 2008.

    1. Olha, eu acho que falta pouco pro anúncio, viu. Estamos em ano eleitoral, então, as forças precisam resolver muitas coisas rapidamente. Eu acredito que entre final de Fevereiro e entrada de Março, já tenhamos o anúncio do vencedor.

  2. Curioso que não vi nenhuma empresa produtora de missil ATGM, mesmo sendo esse provavelmente o item mais caro da modernização.
    Será que o EB vai adquirir diretamente com alguma fabricante e passar para o consórcio só a tarefa de fazer a integração?

    1. Caro Oseias: entendo que não houve participação direta de ATGM visto que poderá ser escolhido por mais de um proponente que venha a ser selecionado, multiplicando a probabilidade de fornecer. Mas só quando vierem a público mais informações para confirmar se esse pressuposto é razoável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL