Limpando o terreno

1
1267

No período de setembro de 2020 a março de 2021, dentro do contexto da Operação Amazônia 2020, a turma de levantamento e destruição de engenhos falhados (TULEDEF), da Companhia de Comando do 2º Grupamento de Engenharia (Cia C/2º Gpt E), realizou a varredura da área de alvos dos tiros de morteiro e artilharia em ambiente de selva.

A TULEDEF teve por missão levantar e destruir possíveis munições não detonadas, em Manacapuru (AM), numa área de 554.456 m², dos quais aproximadamente 230.000 m² em floresta. Foram empregados na missão 40 militares, que executaram 3.120 homens-hora trabalhadas, quatro viaturas, que deslocaram cerca de 1.950 km e material de georreferenciamento, dentre outros.

O trabalho feito pelos sapadores, como são chamados os militares responsáveis pelos processos de limpeza e desminagem, nas chamadas “áreas quentes” (locais com a presença de explosivos) é extremamente perigoso, exige um alto grau de técnica e essa operação demonstra toda capacidade dos grupos de engenheiros militares do Exército no cumprimento dessas funções na Amazônia.

Com informações e imagens da Comunicação Social do CMA

1 Comentário

  1. Interessante, o equipamento é a pilha, pela penultima foto?
    Hoje tem baterias/Pilhas de litio que são leves e de grande duração

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here