KC-390, certificação do reabastecimento em voo

O projeto KC-390 Millennium deu mais um salto importante no desenvolvimento e certificação das suas capacidades operacionais: no dia 26 de março, em Gavião Peixoto (SP), foram realizados testes de reabastecimento em voo (REVO), utilizando duas aeronaves KC-390. A aeronave que recebeu o combustível foi certificada para realizar a operação de reabastecimento em voo de outra aeronave do mesmo modelo.

Após intenso desenvolvimento das leis de controle (“fly-by-wire”) e da verificação das funcionalidades do sistema de combustível, pilotos e engenheiros de ensaio do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), Organização Militar subordinada ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), realizaram o voo de certificação. O objetivo foi verificar a versatilidade da aeronave em realizar o processo de reabastecimento em voo, ou seja, desde o seu posicionamento em relação ao avião reabastecedor até o acoplamento da mangueira para realizar a transferência de combustível. Todas as atividades foram supervisionadas por engenheiros do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), responsável pelo processo de certificação.

Após os ensaios no simulador foi feito um voo para a adaptação dos tripulantes da Força Aérea Brasileira, que envolveu reabastecimentos dentro da velocidade e altitude propostas para serem utilizadas operacionalmente em missões de REVO. Em seguida, foi a vez do voo de certificação, com a transferência de combustível nas condições mais críticas encontradas, o que permitiu a verificação da aeronave em condições menos favoráveis.

“O voo de certificação do par KC-390 é um marco importante no projeto. As características de pilotagem da aeronave com a lei desenvolvida ficaram bem adequadas e intuitivas ao piloto, permitindo uma pilotagem precisa, o que aumenta as chances de sucesso na missão de REVO, que por si só já tem dificuldades operacionais relacionadas à natureza da missão com uma aeronave do porte do KC-390”, complementa o Diretor do IPEV e piloto de ensaio que participou do voo de certificação, coronel aviador Marcelo Zampier Bussmann.

Ao término do processo as aeronaves operacionais receberão modificações para utilizarem as funcionalidades de REVO, o que permitirá que o Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT), o “Esquadrão Zeus”, que já opera a aeronave, passe a realizar essa ação de Força Aérea, maximizando a capacidade de emprego da aeronave KC-390 Millennium.

Texto e imagens IPEV e Agência Força Aérea

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Para celebrar os feitos dos mais de 25 mil homens e mulheres brasileiros que lutaram na 2ª Guerra Mundial, o...

Desde 1º de janeiro de 2023, o dr. Artur José Dian ocupa o cargo de Delegado-Geral da Polícia Civil do...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL