IFI assina Permissão Especial de Voo Inicial do T-27M

O vice-diretor do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), coronel especialista em Aviões Soracli de Oliveira Silva, promoveu a assinatura da Permissão Especial de Voo inicial (PEVi) do T-27M. A PEVi, destinada, inicialmente, à Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), tem como usuário final a Academia da Força Aérea (AFA) e visa permitir o voo da aeronave modernizada T-27, que será utilizada na formação dos cadetes da Força Aérea Brasileira (FAB).

Esse é o resultado de um trabalho da Direção do IFI, localizado em São José dos Campos (SP), e da Divisão de Certificação de Produto Aeroespacial (CPA) do Instituto, desenvolvido desde maio de 2020, na forma de assessoria técnica, culminando, em janeiro de 2022, na emissão das PEVis das primeiras quatro aeronaves modernizadas. O T-27M é a nova versão da aeronave de treinamento voltada à instrução da AFA.

O coronel Soracli destacou que a modernização das aeronaves irá trazer ganhos expressivos na formação operacional dos futuros pilotos da Força Aérea. “Até hoje, a formação dos cadetes é realizada em aeronaves analógicas. As aeronaves modernizadas digitais (‘glass cockpit’) permitirão um alinhamento da instrução avançada dos cadetes com a frota atualmente em operação na FAB”, explicou.

Glass Cockpit

O conceito Glass cockpit possibilita voos e aproximações para pouso baseados em posição satelital e em performance, ou seja, mais diretos e precisos; e também, o envio e recepção de informações para o controle de tráfego aéreo através do Sistema de Vigilância Aérea Dependente Automática por Radiofusão (ADS-B). Esse sistema consiste em uma tecnologia de vigilância na qual uma aeronave determina sua posição via navegação por satélite e a transmite periodicamente para estações de solo, permitindo que seja rastreada pelo controle do espaço aéreo.

Entrega das aeronaves T-27M

A entrega das primeiras quatro aeronaves T-27 modernizadas foi realizada no dia 09 de dezembro, durante cerimônia militar em que o Comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista Junior, pilotou uma das aeronaves, de Guarulhos (SP) até Pirassununga (SP), na AFA, onde o T-27M será empregado para voos de instrução.

Com a entrega do T-27M, a FAB e a Base Industrial de Defesa, mais uma vez, demonstram suas capacidades. Conduzida por técnicos e especialistas do Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA-LS), apoiados pelo Comando-Geral de Apoio (COMGAP), pela Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), pela Academia da Força Aérea (AFA) e pelo Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), a modernização da aeronave contribui para a elevação do nível da formação dos pilotos na AFA e ressalta o alto grau de competência e de profissionalismo dos integrantes da Força Aérea Brasileira.

Fonte: IFI, via Agência Força Aérea
Fotos: IFI / Arquivo FAB

 

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Durante a HAI Heli Expo 2024, que aconteceu no final de fevereiro, nos Estados Unidos, a Safran Electronics & Defense...

Um valor em torno de U$ 400 milhões, resultante de acordo entre o grupo britânico e o Exército da Dinamarca...

As tripulações estão prontas para operar, a bordo do novo blindado, em todos os contextos operacionais. A Escola de Cavalaria...

O grupo italiano Leonardo vem registrando importantes marcas neste início de 2024. Dentre as conquistas e acordos de cooperação recentemente...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Disponível

DISPONÍVEL