IDV comemora a produção do Guarani 600

No dia de hoje, 28 de setembro, foi uma marca história para a atual fase Base Industrial de Defesa (BID) do Brasil: o término da fabricação do chassi de numero 600 da viatura blindada de transporte de pessoal média sobre rodas (VBTP-MSR) 6X6 Guarani.

A cerimônia ocorreu dentro da linha de produção da Iveco Defence Vehicles (IDV), em Sete Lagoas (MG), e contou com a presença de militares da Comissão de Absorção de Conhecimentos e de Transferência de Tecnologia na Iveco (CACTTIV), da Diretoria de Fabricação (DF) do Exército Brasileiro (EB), e funcionários da empresa.

O exemplar apresentado no evento passará agora por um processo rigoroso de qualidade para depois ser liberado para entrega ao cliente, provavelmente no fim do ano ou começo de 2023, sendo que esta semana a empresa entregou mais 18 viaturas para a Força.

Os blindados da família Guarani são um fruto da parceria entre o EB (proprietário do projeto) com a IDV (fabricante) e já foi exportado para o Líbano (16), Filipinas (28) e Gana (10), sendo que existem perspectivas para o anuncio de novas vendas em breve.

Imagens: Diretoria de Fabricação

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) planeja testar uma das mais avançadas tecnologias de imageamento por satélite. Isso será...

A IACIT fortaleceu sua posição no mercado ao estabelecer uma colaboração estratégica com a Omnisys Engenharia, subsidiária da Thales, e a Meteomatics,...

A MBDA assinou uma emenda contratual com a Organização para Cooperação Conjunta em Armamento (OCCAR) para aumentar as capacidades técnicas...

A equipe de Tecnologia & Defesa esteve a bordo do super navio-aeródromo USS George Washington (CVN 73), um navio de...

Comentários

11 respostas

  1. Boa noite prezados camaradas do TECNODEFESA!

    Bastos, mais uma vez felicitações pelo furo de reportagem! Estamos falando de um dos programas mais importantes da força terrestre dentro do programa “Nova Couraça”.

    Parabéns a ti e a todos os demais da equipe TECNODEFESA.

    Sgtº Moreno (CM)

    1. Sgtº Moreno, em nome de toda a equipe de T&D, agradeço as gentis palavras.
      Isso nos motiva ainda mais a trazer informações de qualidade aos nossos leitores.
      Um forte abraço.

  2. Paulo você sabe o que aconteceu com guarani 2.0 ?
    Ainda faz parte do projeto forças blindadas ou foi cancelado? Ou se foi uma ideia embrionária que não saiu do papel.

    1. Ainda está em estudos.
      Pode ficar tranquilo que s houver qualquer novidade, ela estará em T&D 😉

  3. Bom días Bastos !
    O número total do programa ficou ao redor de 1200 viaturas , correto ? Assim estaríamos na metade do programa .
    Importante já iniciar planos do que será feito da linha de montagem, afinal devem faltar 5 ou 6 anos para completar o lote comprado pelo EB .

    1. Na cadência atual das encomendas, a linha ainda tem mais uns 10 anos de funcionamento.
      Ademais, podem ocorrer compras de outros países nesse período.

    2. O contrato com o EB é para a produção d 1.580 viaturas, de várias versões diferentes (que ainda estão em desenvolvimento), em uma cadência d 60 unidades/ano, o que garante uma produção de mais de 20 anos, sem contar as exportações que estão por vir 😉

  4. Vibro, como se estivesse na àtiva!
    Diante da situação que atravessamos, precisamos, está o mais vigilantes possível!
    Brasil acima de tudo!
    SELVA!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL