Forças Armadas socorrem o Estado do Amazonas na falta de oxigênio

3
909

Em meio a grave crise sanitária que passa o Estado do Amazonas, devido ao aumento exponencial de casos de pacientes com o Covid-19, que resultou em um vídeo do governador Wilson Lima, divulgado neste domingo, 10 de janeiro, informando que o Estado começa a ter dificuldades de oxigênio para atender a demanda dos hospitais, as Forças Armadas Brasileiras já se movimentam em seu socorro.

Após a solicitação, em menos de 24 horas, o Comando Conjunto Amazônia mobilizou-se para atender à necessidade do Estado, no âmbito da Operação Covid-19 do Ministério da Defesa.

Neste final de semana foi feito o transporte pelo avião C-130 Hercules, FAB 2476, do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1º/1º GT), de 24,5 toneladas de carga contendo 350 cilindros de oxigênio, da cidade de Belém (PA) para Manaus (AM), atendendo a pedido em caráter emergencial da Secretaria de Estado de Saúde do Governo do Amazonas para manter o serviço de saúde em funcionamento.

O desembarque da primeira carga ocorreu na noite da última sexta-feira, 8 de janeiro, na Base Aérea de Manaus, e repassada à empresa White Martins que atende à demanda do Estado do Amazonas.

E mais ações estão sendo esperada para os próximos dias, como o divulgado no vídeo de Wilson Lima: “O Estado está mobilizando uma operação junto com o Exército para trazer cilindros de oxigênio de Guarulhos, em São Paulo”.

Imagens: Força Aérea Brasileira

 

3 Comentários

  1. Sem querer entrar na seara de discussão política, mas o que foi feito com os bilhões destinados ao socorro dos estados a ponto de faltar cilindro de oxigênio?

    • Em primeiro lugar gostaria de informar que essa é uma mídia destinada a tratar assuntos de defesa, se quer saber sobre política sugiro que busque outros lugares.
      Todavia vou abrir uma exceção já que esta com problemas de interpretação de texto: O que esta faltando não são os recursos, mas a capacidade de produção local, que obriga a vir oxigênio de outras regiões do Brasil, e a função de Tecnologia & Defesa com essa nota é de mostrar a participação de nossas forças armadas nessa imensa tragédia sanitária mundial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here