Forças Armadas economizam cerca de R$ 800 milhões com regime especial tributário

As Forças Armadas alcançaram uma economia de R$ 818 milhões em aquisições de produtos de defesa em 2023, graças à aplicação do Regime Especial de Tributação para a Indústria de Defesa (Retid). O benefício, que suspende diversas contribuições fiscais para produtos de defesa nacional, é uma medida de governo que favorece a indústria brasileira do segmento. A Marinha do Brasil (MB) gerou a economia de R$ 573 milhões com pagamentos relativos às aquisições de novas fragatas, seguida do Exército Brasileiro, com R$ 152 milhões; e a Força Aérea Brasileira, com R$ 93 milhões. Os números foram divulgados durante a 42ª edição da Comissão Mista da Indústria de Defesa (Cmid), que ocorreu nesta quinta (4), em Brasília (DF).

O Retid tem como objetivo estimular as indústrias do setor a desenvolverem produtos e serviços, ganharem escala e expandirem sua presença global. Ao incentivar a exportação e tornar os produtos brasileiros mais competitivos, o Retid também estabelece vínculos estratégicos entre as necessidades das Forças Armadas brasileiras e os avanços tecnológicos das empresas locais.

Nesta edição da Cmid, após análise das propostas, foram aprovados a classificação de 138 Produtos Estratégicos de Defesa (PED), um Produto de Defesa (Prode), além de credenciamento de 16 Empresas Estratégica de Defesa (EED) e duas Empresas de Defesa (ED). Elas poderão, futuramente, concorrer nas próximas aquisições e usufruir da isenção tributária. No país, existem 194 Empresas Estratégica de Defesa aptas para participar do Retid. Destas, 77 já estão habilitadas e podem usufruir do benefício.

TLE

Ainda nesta reunião, foram aprovados nove Termos de Licitação Especial (TLE), sendo dois da Marinha, três do Exército e dois da FAB. Os TLE do Exército totalizam 32 produtos, o que gerará otimização na compra, simplificação processual e redução burocrática, alinhadas com as práticas sugeridas pelo Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos.

Já as propostas de TLE da FAB abarcarão a contratação de produtos e serviços relacionados ao Sistema de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, atividade de grande valor para a sociedade.

Os TLE são normas especiais criadas para regulamentar as compras, contratações e desenvolvimento de produtos e sistemas de defesa. Esses termos são aplicados às instituições públicas dos âmbitos federal, estadual, municipal e distrital. Eles visam otimizar processos e garantir a eficiência na aquisição de itens essenciais para a segurança e defesa do país.

O Secretário de Produtos de Defesa, Rui Chagas Mesquita, destacou que “É uma satisfação perceber o aumento das propostas de cadastramento de empresas e classificação de produtos. Isso é fruto da divulgação dos instrumentos que temos feito junto às Forças e às empresas da BID, criando uma conscientização a respeito dos benefícios auferidos com a aplicação do que estabelece a lei 12.598/2012. É uma forma de desonerar a cadeia produtiva e aumentar a receita da Defesa, no contexto das nossas Forças Armadas”.

Os resultados da MB em 2023 são referentes a parte do pagamento das embarcações que integram o Programa Fragatas Classe Tamandaré. As embarcações serão utilizadas na proteção das águas jurisdicionais brasileiras, além de promover a indústria local e a construção naval no país, com geração de empregos e transferência de tecnologia.

RETID

O Regime Especial de Tributação para a Indústria de Defesa (Retid) é uma política fiscal brasileira aprovada com o propósito de incentivar o setor de defesa do país. Instituído pela Lei nº 12.598, de 21 de março de 2012, o Retid permite a suspensão de contribuições como PIS/Pasep, Cofins e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para empresas credenciadas pelo Ministério da Defesa. O benefício pode ser utilizado até março de 2032 para as aquisições das Forças que se referem a produtos e serviços relacionados ao emprego operacional nos ambientes naval, terrestre e aeroespacial.

Para se qualificar ao Retid, as empresas devem cumprir requisitos como credenciamento pelo Ministério da Defesa, habilitação prévia na Secretaria da Receita Federal e regularidade fiscal. Os benefícios do regime especial podem ser usufruídos nas operações realizadas até 22 de março de 2032, com a promoção, assim, de um ambiente mais favorável para o crescimento da indústria de defesa nacional.

 

CMID

 A Cmid é o fórum mais alto para a condução da Política Nacional da Base Industrial de Defesa (PNBID) e busca a integração entre Ministério da Defesa, órgãos e entidades públicas e privadas relacionadas à Base Industrial de Defesa (BID).

Ela foi criada, em 2013, por meio do Decreto nº 7.970, e é o fórum de condução da Política da Base Industrial de Defesa (BID), com a finalidade de assessorar o Ministro da Defesa, fomentar a Indústria Nacional de Defesa e promover a integração entre o MD e os órgãos e entidades públicas e privadas em relação à BID.

Participaram da reunião o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, almirante-de-esquadra Renato Rodrigues de Aguiar Freire; o secretário-geral da pasta, Luiz Henrique Pochyly da Costa, e representantes da Forças Armadas; do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços; e do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

 

Para credenciamento de empresas e a classificação de produtos acesse o site clicando aqui.
Para habilitação no RETID acesse o site aqui.

 

Texto: Isabela Nóbrega / ASCOM MD
Fotos: Érico Alves

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

Na tarde de sábado, dia 18 de maio, a aeronave KC-390 Millennium FAB 2858 realizou lançamento de donativos e materiais...

O Comando Militar do Nordeste (CMNE), nesta quinta-feira, dia 16 de maio, enviou um Hospital de Campanha (H Cmp) para...

Empresa do Grupo Embraer participa de debate sobre soluções tecnológicas que estão moldando o futuro dos grandes centros urbanos As...

Hoje, dia 16 de maio, às 18:00hs, será lançado o livro “Segurança Escolar – Prevenção multidisciplinar escolar contra-ataques ativos”, de...

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL