Forças Armadas de Honduras visitam a DGS

1
834

No 01 de novembro, uma comissão das Forças Armadas de Honduras visitou as instalações da Empresa Gerencial de Projetos Navais  (EMGEPRON) e a DGS Defense, ambas no Rio de Janeiro (RJ). A comitiva foi liderada pela vice-ministra da Defesa, Heidi Carolina Portillo Lagos, e foi composta pelo subchefe do Estado-Maior Conjunto, general de divisão German Velasquez Romero; o inspetor geral das Forças Armadas, vice-almirante Efraim Manh Hernandez; o diretor de Logística, general de brigada Juan Rumbem Giron Reyes; chefe do Estado-Maior da Força Aérea, coronel Armando Martinez Rueda; chefe do Departamento de Projetos da Defesa, coronel José Arsenio Gonsalez; e o adido de Defesa no Brasil, Luiz Enrique Ferrifino Mendoza; que foram acompanhados pelo coordenador do Ministério da Defesa do Brasil, tenente-coronel Leonardo Ferraz Januzzi.

Na DGS foram recebidos pelo diretor executivo da empresa, Fuad Gatti Kouri, que apresentou a empresa e as embarcações com a tecnologia ETRH (Embarcação Tubular Rígida Híbrida), exclusiva e patenteada pela empresa, cujas caraterísticas impressionaram os visitantes. “O resultado da visita foi muito positivo. Os componentes da comitiva hondurenha ficaram muito impressionados com o material das embarcações e sua resistência e deixaram claro que existe uma intenção de avançarem na negociação de lanchas táticas”, disse Kouri. “Eles gostaram muito do que viram e saíram muito satisfeitos”, completou.
O general de divisão German Velasquez Romero entrega uma placa comemorativa da visita a Fuad Gatti Kouri, CEO da DGS Defense (Foto: DGS)

Com informações e imagens da DGS Defense

1 Comentário

  1. A MB deveria considerar a DGS para o desenvolvimento de um novo varredor anti-minas, preferencialmente baseado num design utilitário catamarã, pois sua tecnologia de materiais sintético deve ser amagnético.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here