Força Aérea Italiana recebe seus primeiros jatos de treinamento M-345

1
965
Imagem: Leonardo

A Leonardo entregou na última terça-feira, dia 22 de dezembro, à Força Aérea Italiana (Aeronautica Miliare Italiana – AMI), os dois primeiros jatos de treinamento M-345 de uma encomenda inicial de 18 unidades, com a pretensão de um total de 45 aeronaves. O novo modelo, designado T-345A, substituirá gradualmente o 137 MB-339, em serviço desde 1982.

Marco Zoff, Diretor Executivo de Aeronaves da Leonardo disse: “com base em nossa experiência com jatos de treinamento, o M-345 permitirá que nossos clientes alcancem uma melhoria significativa na eficácia do treinamento, enquanto reduzem custos operacionais. A primeira entrega à Força Aérea Italiana é um marco importante, resultado de um longo e produtivo trabalho em equipe em parceria com o operador”.

O novo M-345, que foi projetado para atender aos requisitos de treinamento de pilotos no nível básico e intermediário, complementando os M-346 que são utilizados para o treinamento avançado, e também foi selecionado como a nova aeronave do time acrobático “Frecce Tricolori”.

A aeronave

O novo M-345 HET (High Efficiency Trainer) foi idealizado para poder reduzir o tempo de treinamento de pilotos, assim como dar aos pilotos iniciantes a oportunidade de voar em uma aeronave com características de desempenho, e oferecer treinamento de alta qualidade a um custo menor.

A arquitetura de cabine do M-345 é a mesma dos caças de primeira linha, possuindo capacidade de desempenhar funções operacionais, graças a um envelope de voo estendido, com capacidade de manobras em alta velocidade mesmo em grandes altitudes, sistemas aviônicos modernos, alta capacidade de carga e desempenho.

Foi projetado para possuir um longo ciclo de vida e uma abordagem de dois níveis para manutenção, eliminando a necessidade de realização de caras revisões gerais. O HUMS (Health and Monitoring Usage System) da aeronave também contribui para um menor de manutenção.

Um sofisticado simulador de treinamento a bordo também oferece uma série de benefícios. Como por exemplo o fato de que os pilotos do M-345 são capazes de planejar manobras antes do treinamento de voo, permitindo maior eficiência. Os pilotos em treinamento também podem voar em formação com outros pilotos no ar e os que estão treinando em solo em simuladores, por meio de um link de dados em tempo real. Já a Estação de Planejamento e Avaliação de Missão (Mission Planning and Debriefing Station) da aeronave permite que os pilotos em treinamento analisem as missões que acabaram de voar.

Seu motor um turbofan Williams FJ44-4M-34 otimizado para uso militar e acrobático. A cabine é baseada em controles HOTAS (Hands On Throttle-And-Stick) e possui um painel de vidro com tela de toque MFD (Multi-function Display) de três cores. O HUD (Heads-Up Display) da aeronave é espelhado em uma quarta tela no banco traseiro.

1 Comentário

  1. Tomara que um dia a FAB compre treinadores sem bigode. Sei que sempre foi dito pela propria FAB que não precisamos de um LIFT, mas sabemos que precisamos sim. Em pequena quantidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here