Fábrica de Itajubá conclui entrega de Fuzis IA2

6
3351

No dia 26 de agosto, a Fábrica de Itajubá (FI), da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL), realizou a entrega do terceiro e último lote de fuzis de assalto 5,56 IA2, referente ao termo de execução descentralizada (TED) nº 01/2020, ao Comando Logístico (COLOG) Exército Brasileiro (EB).

Este TED, firmado entre o COLOG e a IMBEL em 16 de setembro de 2020, estabelecia uma aquisição de 5.308 unidades do fuzil IA2, em calibre 5,56x45mm, para serem entregues em três lotes, sendo que as duas primeiras ocorreram em dezembro de 2020 e o segundo em junho deste ano.

Os fuzis foram entregues ao COLOG, que distribuirá entre as unidades (Foto: IMBEL)

Desde outubro de 2013, quando o EB adotou oficialmente o fuzil de assalto 5,56 IA2, para substituir o fuzil de combate 7,62 FAL, pela Portaria Nº 211-EME, a Força já recebeu mais de 20 mil unidades, além de terem sido fabricados mais de 10 mil para forças de segurança pública de todo o país.

De acordo com fontes internas, com o encerramento deste TED, a FI vai iniciar a produção do lote piloto de 1.500 unidades, do fuzil de assalto IA2 em calibre 7,62x61mm, que foi homologado em fevereiro ,enquanto aguarda um novo lote para 5,56mm.

Com a conclusão deste TED, a IMBEL iniciará a produção do lote piloto do IA2 7,62mm, recentemente homologado (Foto: IMBEL)

6 Comentários

  1. Bastos , já estão sendo feitos ajustes e melhorias nestas armas a medida que vão sendo utilizadas pelo EB e o mesmo reporta problemas etc pedindo melhorias???

    • Sim, a cada novo lote, melhorias são feitas que depois são adicionadas aos mais antigos quando estes são recuperados para manutenção de escalões superiores.
      E isso pode ser visto a olho nu. Um exemplo mais fácil de identificar é o guarda mão na frente do carregador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here