Exército trabalha na recuperação da pista de pouso do Surucucu

Na ultima segunda-feira, 09 de janeiro, o Exército Brasileiro (EB) iniciou o lançamento de material para a recuperação da pista de pouso do 4º Pelotão Especial de Fronteira – Surucucu (4º PEF Surucucu), em Roraima. A missão conta com militares da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), do 4º PEF Surucucu e do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Paraquedas e Suprimento Pelo Ar (B DOMPSA). Foram lançadas 10 cargas, totalizando cinco toneladas e, até o final da atividade, devem ser lançadas mais 20 toneladas de materiais.

No dia seguinte, Com a assistência da Força Aérea Brasileira (FAB), os militares do 6° BEC chegaram com equipamentos, como compactador de solos, cortadora de asfalto e soprador.

A expectativa é que até a próxima sexta-feira, dia 13, todo o material seja lançado na área de recuperação da pista. Posteriormente, a obra ficará a cargo dos militares do 6º Batalhão de Engenharia de Construção (6º BEC).

A pista de pouso recuperada atenderá as demandas do 4º PEF, assim como das comunidades em torno.

Fonte: Comando Militar da Amazônia

Artigos Relacionados

Formulação Conceitual dos Meios Blindados do Exército Brasileiro ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO-PORTARIA Nº 162-EME, DE 12 DE JUNHO DE 2019 Documento...

Pela primeira vez no Brasil, foi realizado o reabastecimento em voo (REVO) por helicóptero, foi a chamada Operação MANGA. Na...

A AVIBRAS Indústria Aeroespacial S/A, que em tempos passados foi considerada uma das maiores empresas  de defesa do mundo, mas...

Empresas brasileiras destacam inovações e capacidades no cenário internacional A Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança...

Para celebrar os feitos dos mais de 25 mil homens e mulheres brasileiros que lutaram na 2ª Guerra Mundial, o...

Desde 1º de janeiro de 2023, o dr. Artur José Dian ocupa o cargo de Delegado-Geral da Polícia Civil do...

Comentários

2 respostas

  1. Infelizmente esta e a distância do discurso engana trouxa e a realidade de nossas instalações de apoio a batalhões fronteira em pontos críticos a nossa defesa. Espero que mantenham e ampliem estrutura de apoio a nossos batalhões fronteira e implementem com qualidade o Sisfrom. Este é o papel de nossas forças armadas, temos que lutar para ampliação de nossa estrutura militar, equipamentos de qualidade e quantidade, treinamento constante de nossas tropas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DISPONÍVEL